Menu
Busca quinta, 13 de agosto de 2020

Advogado e delegado do caso Bruno são pré- candidatos a vereador

28 setembro 2011 - 16h30

Advogado e delegado do caso Bruno são pré- candidatos a vereador

Terra

Figuras de destaque na evolução do caso do ex-goleiro Bruno, o chefe do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) da Polícia Civil de Minas Gerais, Edson Moreira, e o advogado criminalista Ércio Quaresma poderão se enfrentar novamente, mas dessa vez longe dos tribunais. Os dois são pré-candidatos a vereador em Belo Horizonte para as eleições de 2012.

O delegado Edson Moreira, responsável pelas investigações do caso envolvendo Bruno, filiou-se ao Partido Trabalhista Nacional (PTN). Segundo o delegado, sua campanha será focada na boa execução das leis. "Sempre trabalhei pelo povo. Eu sei que as leis estão sendo mal elaboradas e eu quero trabalhar em cima disso. Quero fazer um pouco mais, quero fazer leis de verdade", afirmou.

Ércio Quaresma disse que recebeu um convite para se filiar ao Partido Verde (PV) e aceitou a proposta. O advogado foi o responsável pela defesa do goleiro durante quatro meses em 2010, quando foi dispensado.

Ele teve problemas por causa da dependência com o crack. Segundo o advogado, essa é a bandeira que ele quer levar para a sua candidatura. "A prevenção e o tratamento do dependente químico é uma experiência minha que eu estou levando como bandeira", contou.

Quaresma já disputou o governo de Minas Gerais em 1994. De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o então candidato recebeu 101.310 votos, correspondente a 1,69% do total.

Segundo o PV e o PTN, os candidatos para as eleições 2012 serão escolhidos nas convenções dos partidos. O calendário eleitoral divulgado pelo TSE prevê o dia 30 de junho de 2012 como o último para a realização das convenções partidárias e para a decisão dos candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Mulher que teve terreno retomado pelo Município será indenizada
CRIME AMBIENTAL
Empresa sucroenergética de Rio Brilhante é autuada em R$ 186 mil por incêndio em sua lavoura de cana no município de Sidrolândia
CAPITAL
Aluna aprovada no vestibular tem direito a certificado de ensino médio
ECONOMIA
STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões