Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

Cabo eleitoral petista recebe ameaça de morte

01 outubro 2012 - 16h30
Midiamax



Durante caminhada no Bairro Bosque da Esperança neste domingo (30), o presidente do Bairro Tayaná Park, Artemis Leoni, 47, conhecido por Trovão do Povão, foi agredido pelo candidato a vereador Charupá do Povo (PSD). Trovão é cabo eleitoral do candidato a vereador, Alex do Som (PT).

De acordo com a vítima, a caminhada seguia normalmente quando Charupá e mais cinco homens começaram a agredi-lo. “Era uma caminhada normal, estávamos entregando santinhos nas casas, quando Charupá chegou acompanhado de cinco homens, sendo que um estava armado”, disse Trovão.

Por ser muito conhecido no bairro, Trovão afirmou que Charupá queria obrigá-lo a fazer campanha pra ele. “Moro no bairro há 26 anos, sou muito conhecido e, por isso, Charupá queria me obrigar a fazer campanha pra ele, mas sou petista e fiquei do lado de Alex do Som”.

Trovão acredita que foi esse o motivo de ter sido agredido. Segundo ele, os agressores que aparentavam estar alcoolizados, quase o lincharam. “Charupá chegou do nada me pegando pelo pescoço. Eles cheiravam a cachaça, me jogaram no chão e começaram a me chutar. Se os moradores não tivessem apartado eles de mim, eu teria sido linchado”, lembrou.

A confusão terminou, segundo relato da vítima, quando Alex do Som apareceu e conversou com os agressores. De acordo com o candidato petista, tudo foi muito rápido e houve até ameaça de morte. “Eu estava com minha família fazendo minha campanha normalmente quando isso aconteceu. Fiquei muito assustado. Eles chegaram até a puxar arma pro rapaz”, contou.

Alex do Som disse que ligou para o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), pois no carro de Charupá havia um adesivo com o parlamentar. “Liguei pro Marquinhos para avisá-lo do acontecido, pois Charupá é coligado do PMDB e o próprio Marquinhos me disse para ir à polícia e registrar queixa. Nos convidou até a ir ao programa dele para relatar sobre o fato”.

O boletim de ocorrência 16419/2012 foi feito na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, contra o candidato Charupá e os homens que participaram da agressão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO
ObservaturMS realiza pesquisa com setor turístico estadual sobre impactos da pandemia
EDUCAÇÃO
Estudantes podem pedir reaplicação do Enem a partir de hoje
REGIÃO
Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas
SAÚDE
Governador determina distribuição imediata das novas doses da vacina