Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Acidente

Carretas batem e motorista morre em viaduto na saída para Três Lagoas

18 julho 2016 - 10h15Por Midiamax
O motorista do caminhão-baú responsável pelo acidente com vítima fatal ocorrido nesta manhã no anel viário de Campo Grande apresentou-se na noite de sábado (16) no 1º Distrito Policial de Coxim, a 253 km da Capital. De acordo com o delegado Tiago Macedo Santos, plantonista do Depac (Delegacia de pronto Atendimento Comunitário) Piratinga, o homem se chama Paulo José de Albuquerque, 56 anos, e negou envolvimento com o acidente.

Para chegar ao motorista, a investigação contou com a pista fornecida por uma testemunha, que viu o nome da empresa 'Céu Azul Transportes' no caminhão-baú. Em contato com a empresa, que prontificou-se a colaborar com a acareação, chegou-se a dois caminhões que fariam a mesma rota, com destino a Cuiabá. Assim, os dois caminhoneiros apresentaram-se em Coxim, ocasião em que foram identificados e qualificados e os veículos foram vistoriados e fotografados. Conforme a descrição de testemunhas, chegou-se ao nome de Paulo José de Albuquerque.

Em depoimento, o suspeito confirmou que presenciou o acidente e que inclusive parou o carro no acostamento, mas nega ter tido responsabilidade sobre o fato. Porém, o delegado afirma que há elementos suficientes que relacionam Paulo José com o acidente e que a investigação será aprofundada nesse aspecto.

O suspeito permanece em liberdade, uma vez em que nos crimes de trânsito não se impõe flagrante quando há colaboração. De acordo com o delegado, caso a participação do motorista no acidente seja confirmada, o caminhoneiro poderá ser enquadrado em homicídio culposo (quando não há intenção), lesão corporal e omissão de socorro.

ACIDENTE

O acidente aconteceu por volta das 10h de sábado (16) e matou Élcio da Conceição Nantes, 64 anos, que conduzia um caminhão Munck, durante colisão frontal contra uma carreta Bitrem conduzida por Carlos Alberto Prigol, no viaduto que liga BR-163 e BR-262, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. A vítima estava no fim do trecho, prestes a entregar o veículo, segundo um colega de trabalho.

De acordo com o relato de testemunhas, o condutor da carreta seguia sentido São Paulo/Cuiabá, em comboio para Rondonópolis (MT), para carregar os veículos com farelo de soja. No sentido contrário, seguia a vítima, conduzindo um caminhão com placa HSG-9607.

No mesmo momento, uma terceira carreta, da empresa 'Céu Azul Transportes' e conduzida por Paulo José de Albuquerque, entrou na rotatória sentido Três Lagoas/Cuiabá, na frente da bitrem conduzida por Carlos. Para não bater, o caminhoneiro teria puxado o volante para desviar, mas colidiu contra a o veículo guiado pela vítima. O acidente interditou os dois lados da pista do viaduto.

Carlos, o motorista da carreta, foi transportado para a Santa Casa por uma ambulância da CCR MSVia, concessionária responsável pela BR-163, com escoriações pelo corpo. Já o corpo da vítima fatal ficou preso às ferragens.

TESTEMUNHA

Segundo uma testemunha do acidente, o caminhoneiro Thiago Gomes, o pivô do acidente teria sido, mesmo, o condutor de um caminhão baú. Thiago, que no momento do acidente conduzia um caminhão carregado de combustível logo atrás de Carlos Alberto Prigol, testemunhou quando o condutor do caminhão-baú subiu a alça do viaduto em alta velocidade. Ainda conforme o motorista, o condutor do caminhão não parou na preferencial e subiu na direção de Carlos, que tentou desviar e colidiu frontalmente com Élcio.

Thiago relatou ao Jornal Midiamax que tentou seguir o autor, o alcançou e chegou a questioná-lo 'com as mãos', sobre a ação, mas não adiantou. "Ele pegou uns 120 km e fugiu", finalizou Thiago.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz ministra
MAUS-TRATOS AO ANIMAL
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua em R$ 3 mil infrator preso por Policiais Militares por matar cachorro alheio a pauladas
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$76,16 bilhões em setembro
SEMANA DO SERVIDOR
Por meio virtual, Escolagov entrega XV Prêmio na Gestão Pública