Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
Trânsito

Concessionária e PRF alertam para risco de neblina nas estradas de MS

24 junho 2016 - 07h45Por Midiamax
Esta época no ano, devido principalmente a baixas temperaturas, algumas rodovias de Mato Grosso do Sul ficam cobertas de neblina o que o que prejudica a visibilidade dos motoristas e exige muito mais atenção. Para evitar acidentes é necessário seguir algumas orientações.

De acordo com a CCR MSVia, concessionária responsável pela BR-163 em território sul-mato-grossense, a incidência de neblina é mais comum durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã. O Gestor de Interação com o Cliente da Concessionária, Keller Rodrigues destaca que uma das primeiras orientações é em relação ao funcionamento do veículo.

"Nunca é demais lembrar que o veículo precisa estar com luzes de direção, faróis e lanternas em bom estado de conservação, além de contar com o reservatório de água cheio e as palhetas do limpador de para-brisa em bom estado", alerta o engenheiro, e acrescente que os vidros sujos tendem a embaçar mais facilmente.

O engenheiro também faz orientações em relação a distância de segurança entre os veículo, trafegar em velocidade reduzida e manter manter o farol baixo ou de neblinas acesos. "Medidas preventivas como essas auxiliam o usuário a ter uma viagem mais segura e colaboram para minimizar os riscos".

A incidência de neblina não é um problema exclusivo da BR-163. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal) ela pode ocorrer em qualquer rodovia do Estado, mas historicamente há registros recorrentes na BR-463, entre as cidade de Dourados e Ponta Porã. Sobre as orientações a polícia reforça o que foi dito pela CCR MSVia a respeito da distância de segurança e velocidade.

Além disso a PRF alerta para que em caso de neblina forte os motoristas não parem na rodovia nem mesmo no acostamento. "A orientação é nunca parar sobre via se a neblina estiver muito forte, nem parar no acostamento. O motorista deve seguir viagem em uma velocidade reduzida e se realmente precisar parar que seja fora da rodovia, na entrada de uma fazenda ou em posto de combustível", destaca o assessor de comunicação da PRF Tércio Baggio.

Baggio lembrou ainda que no próximo dia 7 entra em vigor a lei 13.290, de 23 de maio de 2016 que determina o uso obrigatório de farol baixo durante o dia em rodovias. Em caso de descumprimento, o motorista será autuado por infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação.


Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões
EDUCAÇÃO
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
ECONOMIA
Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
INTERNACIONAL
Brasil e outros 31 países assinam declaração sobre saúde da mulher