Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020

Diante do Trono é o destaque da primeira edição do Troféu Promessas

Diante do Trono é o destaque da primeira edição do Troféu Promessas

30 novembro 2011 - 12h50
G1


A banda mineira Diante do Trono foi o grande destaque da primeira edição do Troféu Promessas, premiação voltada ao cenário musical evangélico brasileiro e realizada na noite desta terça-feira (29), no Rio. Indicado em quatro categorias, o grupo liderado pela cantora Ana Paula Valadão foi eleito Melhor DVD/Blu-Ray e Melhor Ministério do Louvor por votação popular — segundo os organizadores, mais de 5 milhões de pessoas elegeram seus artistas preferidos nas nove categorias do prêmio através da internet e mensagens enviadas por SMS.

"Ganhar o prêmio de Melhor DVD foi especial para mim, pois todos os anos procuramos os lugares do Brasil onde se realizam as grandes festas populares, justamente para celebramos Jesus. E o DVD 'Aleluia', com o qual fomos premiados, foi gravado em Barretos, mesmo local da grande Festa do Peão de Boiadeiro. Por isso, foi maravilhoso", disse Ana Paula, elogiando a realização da premiação: "Conseguimos transmitir aqui a verdadeira motivação da nossa música, que é louvor, agradecimento e oração."

Quem também saiu do evento festejando foi a cantora Bruna Karla, vencedora do prêmio de Melhor Música pela canção "Sou humano". O anúncio da vitória aconteceu de uma forma curiosa. Seguindo instruções do ator Eriberto Leão, apresentador da cerimônia, os indicados na categoria tiveram que procurar o envelope com o nome do ganhador embaixo das cadeiras que ocupavam.

"Eu pensei: 'Nem vou olhar, não vou ganhar mesmo'. Porque cresci ouvindo a Aline Barros, a Ana Paula, a Fernanda (Brum, premiada por Melhor Videoclipe), que eram algumas das minhas concorrentes. São pessoas que admiro desde que comecei a cantar. Então, achava que não teria chance. Só fui procurar quando percebi que ninguém havia encontrado. E comecei a chorar", contou a cantora de 22 anos, que havia se apresentado com a canção no início do evento.

Além das estrelas nacionais da música gospel, participaram da premiação o goleiro Jefferson (do Botafogo e da seleção brasileira) e a tricampeã mundial de caratê, Maria Cecilia de Almeida Maia, a Ciça. Os dois protagonizaram alguns dos momentos mais divertidos da noite. Ao lembrar dos jogadores que ganham o direito de pedir uma música no Fantástico após marcarem três ou mais gols em uma partida, Eriberto fez justiça aos arqueiros e concedeu a Jefferson, ao vivo, o mesmo privilégio. Foi a deixa para o goleiro alvinegro chamar o cantor Thalles, que apresentou a música "Deus da minha vida" — um dos números musicais mais aplaudidos da festa — pouco antes de retornar ao palco para receber o Troféu Promessas na categoria Revelação.

Já a lutadora Ciça esquivou-se com bom humor quando perguntada se existe perdão para o adversário que a acerta durante um combate. "Há um versículo na Bíblia bastante apropriado para este caso. 'Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber', brincou a atleta, aplaudida pela plateia.

A emoção voltou a tomar conta da festa durante a homenagem ao cantor, arranjador, produtor, maestro e jornalista Asaph Borba, que recebeu um prêmio especial ao fim da cerimônia — um vídeo com fotos e depoimentos de seus amigos e familiares também foi exibido. Com 35 anos de carreira e conhecido como "o pai do canto congregacional brasileiro", o músico já gravou cerca de 70 discos e vendeu mais de dois milhões de cópias.

"Quero agradecer frisando as cinco alianças que devemos manter na vida: com Deus, com a igreja, com os pastores, com a família e com o chamado do Senhor", destacou o Asaph, que se emocionou a lembrar do filho André, de 15 anos, que já segue seus passos artísticos.

"Nesses dias vi meu filho dirigindo o louvor pela primeira vez. Era uma festa de aniversário. Antes de sair de casa, ele perguntou: 'Pai, posso usar o seu violão?'. E ele o levou. Ministrou pela primeira vez com o meu violão. Eu sei o que aquilo significou para ele", contou Asaph, chorando.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Caminhão que seguia para Campo grande com mais de seis toneladas de maconha foi apreendido pelo DOF
PROPINA DIFERENTE
Traficante Minotauro usou canetas de US$ 900 para pagar propina a agentes paraguaios, afirma MPF
ECONOMIA
Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
CORONAVÍRUS
Falta de leitos de UTI coloca em risco população de Dourados, diz secretário