Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020

Dilma descarta novo imposto para saúde agora

29 setembro 2011 - 16h30

Dilma descarta novo imposto para saúde agora

Do valor

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (29) que o país vai precisar de mais recursos para a saúde, mas descartou um novo imposto neste momento.

Ao participar ao vivo do programa da TV Record "Hoje em Dia", Dilma afirmou que o Brasil deve primeiro melhorar a gestão da saúde, embora isso não seja suficiente para atender as demandas de universalização e de qualidade do SUS (Sistema Único de Saúde).

"Nós temos de provar, governo federal, governos estaduais e municipais, que podemos gerir bem a saúde e a partir daí a gente começa a conversar com a população", afirmou a presidente.

Dilma citou o caso dos Estados Unidos para reforçar a ideia da necessidade de dinheiro do setor. "Não aceitem em hipótese alguma que a saúde no Brasil não precisa de mais dinheiro. Não é possível aceitar isso. Isso é uma coisa perigosa que nos Estados Unidos levou àquela dificuldade do Obama para aprovar o Medicare e o Medicaid", afirmou a presidente.

O Medicare e o Medicaid são programas da saúde pública americana voltados para idosos e pessoas de baixa renda.

Nesta semana, a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, declarou que o Brasil precisaria de mais um imposto para financiar o sistema de saúde. Logo em seguida, diante da reação negativa de parlamentares da base e da oposição, líderes governistas do Congresso anunciaram a impossibilidade da criação de um imposto um ano antes das eleições municipais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Governo divulga resultado preliminar de processo seletivo para área da saúde
GERAL
Anvisa quer reforçar medidas contra covid-19 em aeroportos e aeronaves
ANTÔNIO JOÃO
Polícia Civil prende foragido da justiça procurado pela prática de falsidade ideológica
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Miranda autua infrator por derrubada de árvore para exploração de madeira