Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020

Dólar sobe 0,7% e volta a fechar acima de R$ 4, com preocupação no exterior

07 janeiro 2016 - 07h30Por Uol
O dólar comercial fechou esta quarta-feira (6) em alta de 0,7%, cotado a R$ 4,021 na venda.

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 1,01% e fechado abaixo de R$ 4.

Os investidores continuavam preocupados com a desaceleração na China, após mais dados fracos sobre a economia do país.

A atividade do setor de serviços da China cresceu no ritmo mais lento em 17 meses em dezembro, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O banco central chinês fixou sua taxa de câmbio diária no menor patamar em mais de 4 anos e meio. Isso alimentou temores de que a economia pode estar ainda mais fraca do que o esperado.

Ainda no cenário externo, a Coreia do Norte disse que testou com sucesso uma bomba de hidrogênio, reivindicando um avanço significativo em suas capacidades de ataque e acionando um sinal de alerta no Japão e na Coreia do Sul.

"O evento com a Coreia do Norte aumenta o desafio da política externa dos EUA e testa a capacidade da China de controlar seu aliado mais instável", escreveu João Paulo de Gracia Correa, superintendente regional de câmbio da corretora SLW, em nota a clientes.

Cenário nacional

No Brasil, investidores aguardavam novas sinalizações do governo sobre sua estratégia para enfrentar a crise econômica.

A troca de Joaquim Levy por Nelson Barbosa no Ministério da Fazenda gerou preocupações com a possibilidade de o governo não ser tão rígido com o ajuste das contas públicas.

BC 'perdeu' R$ 86 bi em 2015 para conter o dólar As perdas do Banco Central (BC) com operações equivalentes à venda de dólares no mercado futuro, os swaps cambiais, chegaram a R$ 89,657 bilhões em 2015, de acordo com dados divulgados mais cedo. Trata-se da maior perda anual na série histórica, que tem início em 2003.

O objetivo do BC era segurar a cotação da moeda norte-americana e oferecer proteção cambial para as empresas em momentos de forte oscilação da moeda.

O programa durou até março de 2015, quando o BC parou de ofertar novos lotes. Desde então, a autoridade monetária passou apenas a rolar os vencimentos.

Atuações do BC no dia

Nesta manhã, o BC fez mais um leilão de rolagem dos swaps cambiais que vencem em 1º de fevereiro, vendendo a oferta total de até 11,6 mil contratos.

Até o momento, o BC já rolou o equivalente a US$ 1,695 bilhão, ou cerca de 16% do lote total, que corresponde a US$ 10,431 bilhões.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante
ECONOMIA
Tesouro descarta preocupação com encurtamento da dívida pública
REGIÃO
Pescador profissional e autônomo são autuados em R$ 10 mil por abater dourado e pescar com redes e tarrafa e apreende 50 kg de pescado e petrechos ilegais