Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021

Em partida de centenários, venceu a experiência e a tranquilidade do “seo” Corinthians

Corintianos tem a esperança de, após 100 anos de história, ver o clube ganhar Libertadores

21 junho 2012 - 10h42Por Douranews
Já considerado como "seo" Corinthians, um senhor de 101 anos de idade, ainda assim, a essa altura da vida, o Corinthians consegue ter orgulho de dizer que fez algo pela primeira vez. E não é algo qualquer. É a tão sonhada final da Libertadores. O empate por 1 a 1 com o Santos, no Pacaembu, levou a equipe à decisão inédita. Agora faltam só dois jogos para o Timão conquistar seu título mais desejado, por mais que até mesmo alguns dirigentes resolvam negar.

A aposta de muitos que torciam contra era de que o Corinthians entraria em parafuso se sofresse um gol. Pois sofreu. E de Neymar, daquele que mais metia medo na torcida. Mas os 101 anos, enfim, pesaram a favor. Ninguém se assustou, ninguém ficou nervoso além da conta. Controlado, o Timão mudou de jogador, mudou de postura, mudou o placar e mudou a expressão em milhares de pessoas no Pacaembu. O gol de Danilo fez a noite de 20 de junho de 2012 ser histórica. Talvez num dos jogos mais importantes da vida desse velho "senhor". E com a certeza de que dois mais importantes ainda estão por vir na final.

O Santos era o atual campeão, mas não atuou como campeão. Seus 100 anos recém-completados pareciam pesar. Não teve postura de pressionar, mesmo precisando de um gol durante quase toda partida. O problema de Neymar não foi cansaço, mas sim disputar uma partida num ritmo muito abaixo dos rivais. Ritmo adotado pelos companheiros, todos apáticos, correndo atabalhoadamente, distribuindo passes errados e ainda apresentando a mesma defesa falha de todos os tempos.

Nesta quinta-feira (21), o Boca Juniors (ARG) defenderá, em Santiago, vantagem de 2 a 0 sobre a Universidad (CHI). Do confronto sairá o adversário do Corinthians na grande e histórica final. Entre o peso da camisa do Boca e a qualidade técnica da Universidad, os corintianos, por enquanto, só querem festejar. Com informações do Globoesporte.com.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford
EDUCAÇÃO
Enem 2020: confira hoje a correção das provas ao vivo
BRASIL
Mesmo com vacina, vitória sobre coronavírus passa por 'mudança de comportamento social'
Antônio Barra Torres deu declaração ao abrir reunião da Anvisa que analisa pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra Covid-19
SAÚDE
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado