Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021

Guarda Costeira dos EUA apreende 7 toneladas de cocaína em submarino

Guarda Costeira dos EUA apreende 7 toneladas de cocaína em submarino

29 outubro 2011 - 08h10
EFE

A Guarda Costeira dos Estados Unidos informou nesta sexta-feira que realizou uma apreensão de 7 toneladas de cocaína, avaliadas em US$ 180 milhões, encontradas num submarino semi-submergível interceptado no mar do Caribe.

O comandante do navio americano, Mark Fedor, disse que esse tipo de submarino representa uma "ameaça significativa" para o país e para as Américas do Sul e Central porque essas embarcações podem transportar grandes quantidades de drogas, pessoas e outros produtos ilícitos.

A tripulação de um outro navio da Guarda Costeira levou para um porto na costa da Flórida o carregamento da droga, apreendida no mês passado.

Os narcotraficantes utilizam esse tipo de veículo pois são mais difíceis de serem vistos, já que apenas uma parte dele navega fora da água. Essa é a terceira vez que esse tipo de submarino é interceptado no Caribe.

Quem primeiro avistou a embarcação foi um avião. A Guarda Costeira deteve o submarino e prendeu a tripulação, mas a droga acabou afundando com o veículo.

A busca pelo submarino começou no dia 17 de outubro. Uma equipe de mergulhadores do FBI localizou a embarcação dois dias depois.

"O confisco deste terceiro submarino fecha um ano fiscal bem-sucedido para a Guarda Costeira no sudeste dos Estados Unidos e no Caribe", disse um dos comandantes da divisão, Bill Baumgartner.

Ele informou que junto com outras agências nacionais e internacionais foram detidos nesse ano 98 narcotraficantes e apreendidos 27 toneladas de cocaína e duas toneladas de maconha, droga avaliada em US$ 727 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
PMA autua infrator devido à falta de atividade de conservação do solo causando processos erosivos
BATAYPORÃ
Polícia Civil incinera 330kg de drogas
CHAPADÃO DO SUL
Polícia Civil prende foragido da Justiça durante atendimento a ocorrência de violência doméstica
GERAL
Tecnologia 5G estará disponível em todas as capitais até julho de 2022