Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021

Homem que estuprou a sobrinha depois de tê-la matado continua foragido

30 setembro 2011 - 14h50
Homem que estuprou a sobrinha depois de tê-la matado continua foragido

MS Já

Procurado há dois anos, José Alves dos Santos, o “Zé Bulgão”, ainda não foi capturado pela Justiça. Ele é acusado de ter matado e estuprado a sobrinha de 13 anos no distrito de Culturama, município de Fátima do Sul.

Primeiro ele teria esfaqueado a própria irmã, mãe da moça, para depois brutalizar a sobrinha. A mulher quase morreu, porque, o golpe a atingiu no pescoço, próximo à artéria.

A moça dormia em um quarto ao lado quando foi atacada ao tentar se levantar para ver do que se tratavam os barulhos que ouvira. Uma vez atingida, caiu de costas e levou mais três facadas na cabeça. Morreu ali mesmo.

Não satisfeito com os crimes que cometera, José teria tirado a roupa do cadáver, praticado sexo anal nele, colocado a roupa de volta e aí sim fugido. A irmã dele, mãe da moça se esvaia em sangue no cômodo ao lado. Ele achou que ela também tinha morrido.

Quando o outro filho da mulher chegou da ordenha de vacas (trabalho diário), encontrou a mãe estirada no chão e a irmã morta. A polícia foi chamada e a mãe ainda vive.

José também é acusado de estuprar a própria filha de nove anos, crime que teria sido praticado há 13 anos. Na época ele foi diagnosticado como esquizofrênico e condenado a três anos de internação ambulatorial, mas a maior parte desse tempo cumpriu em liberdade, só com o compromisso de comparecer ao fórum de Glória de Dourados de tempos em tempos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Quatro projetos estão pautados para a sessão ordinária desta quinta-feira
POLÍTICA
Senado aprova PEC Emergencial em primeiro turno
RIO BRILHANTE
Polícia Civil prende três indivíduos por receptação
ESTADO
Aplicativo da Funtrab "MS Contrata+" está com mais de 18 mil currículos cadastrados