Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021

Investidores de varejo saem de fundos de ações e buscam renda fixa em 2012

02 julho 2012 - 11h09Por Infomoney
Com a instabilidade da bolsa, os investidores de varejo saíram em peso dos fundos de ações nos primeiros cinco meses do ano. De acordo com dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais), de janeiro até maio deste ano, a captação líquida (diferença entre depósitos e saques) dos fundos de ações ficou negativa em R$ 887,7 milhões quando analisados apenas os investidores de varejo e varejo “alta renda” (que são segmentados pelos bancos desta maneira).

Na direção oposta, estes investidores resolveram aplicar mais em renda fixa. Segundo a entidade, entre os investidores de varejo, as aplicações nos fundos de renda fixa superaram os saques em R$ 7,685 bilhões no acumulado do ano.

Já os clientes private (com investimentos acima de R$ 1 milhão) investiram mais em fundos multimercados este ano. Segundo a Anbima, a captação líquida desses fundos ficou positiva em R$ 7,566 bilhões até maio. Em seguida, os fundos de renda fixa tiveram captação de R$ 5,214 bilhões dentro deste segmento de clientes.

Captação total

De acordo com a Anbima, nos primeiros 5 meses do ano, a indústria de fundos brasileira acumula uma captação líquida de R$ 70,514 bilhões. Os fundos de renda fixa lideram, com R$ 24,319 bilhões a mais de depósitos, seguidos pelos fundos DI, com captação R$ 17,801 bilhões.

Por outro lado, os fundos de ações acumulam captação negativa de R$ 358,6 milhões no ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pazuello: embarque de vacinas da Índia deve ter solução esta semana
POLÍCIA
Veículos com cigarros e agrotóxicos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
ECONOMIA
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras