Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020

Itamaraty acompanha e presta apoio a família de jovens mortas no Japão

05 janeiro 2016 - 10h45Por Correio do Estado
O caso das irmãs Akemi e Michelle Maruyama, 27 e 29 anos, uma delas campo-grandense, mortas no Japão no último dia 30 de dezembro, está sendo acompanhado pelo Consulado-Geral do Brasil em Nagóia. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, está sendo prestado apoio aos familiares, tando no Brasil quanto no Japão.

O Ministério das Relações Exteriores disse ainda que não pode fornecer maiores informações sobre o caso por questões de privacidade dos familiares.

O CASO

Segundo informações de sites da região, Akemy morava no apartamento com Michelle. A polícia local acredita que o apartamento, situado no conjunto habitacional Nishikamezaki, tenha sido incendiado propositalmente, com gasolina. O fogo só foi controlado quase 1 hora depois da chegada do Corpo de Bombeiros e o local ficou totalmente destruído.

Ainda conforme o apurado pela polícia, exames iniciais indicam que as duas foram estranguladas antes do incêndio. Equipes de peritos também encontraram em um dos cômodos da casa um galão onde estava o combustível usado para queimar o apartamento.

Informações da imprensa local ainda dão conta de que duas crianças, filhas de uma das jovens, viviam no apartamento. Elas teriam sido recolhidas por órgão de proteção da cidade e passam bem.

Os corpos das jovens continuam na cidade de Handa, onde passam por perícia.

Se você quiser ajudar financeiramente a mãe das jovens, a conta para depósito é do Banco do Brasil, agência 2951-3, conta corrente 13.176-8.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo e Imasul prendem e autuam dois pescadores praticando pesca com 30 redes e apreende os petrechos e 20 kg pescado
ESTADO
Neno Razuk prestigia ações da campanha de Onevan de Matos, em Naviraí
PANDEMIA
Estado atinge a marca de 82.344 casos de Covid -19
INTERNACIONAL
Famoso por interpretar 007, Sean Connery morre aos 90 anos