Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Brasil / Mundo

Jornalista é demitida após fazer Globo Repórter campeão de audiência

Jornalista é demitida após fazer Globo Repórter campeão de audiência

22 junho 2016 - 09h30Por Fonte: Uol
Repórter especial da RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul, a jornalista Rosane Marchetti foi demitida, depois de produzir um dos Globo Repórter de maior audiência dos últimos anos. Foi de Rosane a reportagem sobre as belezas e as histórias da Serra da Mantiqueira, exibida na última sexta-feira (17). O programa rendeu 24,2 pontos na Grande São Paulo, mesma audiência do Jornal Nacional, transmitido duas horas antes. Mesmo sabendo que perderia o emprego de três décadas, Rosane ficou muito triste, e lamentou o fato no Facebook. Ela fez questão de levar ao ar seu último Globo Repórter.

"Hoje é um dia especial... Um ciclo de mais da metade de minha vida se encerra. Que Deus dê forças ao meu coração que sempre sofreu com partidas... Especialmente as que não escolhi", escreveu a jornalista, de 56 anos, 31 dos quais na RBS, emissora em que foi apresentadora, repórter e editora. O que mais chateia Rosane é que a ela não foi dito o motivo da dispensa. "Acho que foi uma coisa pessoal da minha chefia", suspeita. Na RBS, fala-se que ela foi vítima da crise econômica. Mas Rosane diz que ela foi a única jornalista demitida recentemente. E que alguns profissionais tiveram aumento.

Rosane deveria ter sido demitida em 13 de abril, mas fez questão de fazer um último Globo Repórter. "No dia 13 de abril, me chamaram na direção. Achei que era uma reunião para discutir os Globo Repórter que eu estava fazendo, mas disseram que eu estava demitida. Na saída, perguntaram se eu queria alguma coisa, então pedi para fazer pelo menos um dos Globo Repórter e eles concordaram", conta. "Me deixaram fazer [o Globo Repórter] pelo tempo de casa que eu tenho".

A jornalista afirma que só foi chamada para assinar a rescisão contratual ontem. "Eu não poderia ser demitida antes da exibição do Globo Repórter sobre a Mantiqueira". No fundo, ela não esperava ser dispensada. "Foi um susto ser demitida assim em plena produção".

Rosane era repórter de rede na RBS. Produzia reportagens especiais para os telejornais locais e para os nacionais. Dona de bom texto e afeita a assuntos ambientais, era assídua colaboradora do Globo Repórter. Em agosto do ano passado, conseguiu dar três pontos a mais do que o Jornal Nacional com um Globo Repórter sobre alimentos orgânicos. Acredite: é preciso ter muito talento para conquistar o público com esse tema.

Outro lado



Procurada pelo Notícias da TV, a RBS enviou a seguinte nota, divulgada em abril:

"Na tarde desta quinta-feira (14), a repórter Rosane Marchetti e o diretor de Jornalismo da RBS TV, Cezar Freitas, reuniram os colegas na Redação para anunciar nova etapa na carreira da jornalista. Rosane contou que começa um período de despedida do jornalismo da RBS TV depois de 30 anos na empresa. Na conversa, foi anunciado que Rosane fará mais um Globo Repórter a partir da próxima semana e que, após, cuidará de outros projetos pessoais e de muitas viagens que ainda quer fazer.

Aos 56 anos de idade, a jornalista também é conhecida pelo ativismo social, temática presente ao longo de boa parte da sua trajetória. Sensível às pessoas e à natureza, sempre se engajou em causas que possam melhorar a vida da comunidade.

Em 2014, conquistou o Troféu Mulher Imprensa, promovido pelo portal e revista Imprensa, na categoria Melhor Repórter de Telejornal. Ela concorreu com grandes nomes como Monalisa Perrone, Zileide Silva, Sandra Passarinho e Delis Ortis, todas da TV Globo."








Deixe seu Comentário

Leia Também

SERVIDOR
Governador anuncia promoção de 3,7 mil servidores civis e militares
ECONOMIA
Sancionada lei de incentivos fiscais para montadoras de veículos
POLÍTICA
Mourão diz que posição do governo não é por uma Constituinte
ECONOMIA
Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada