Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021

Justiça Eleitoral barra 13 candidaturas pela Ficha Limpa em MS

03 outubro 2012 - 13h20
CGNews



O TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) impugnou 13 candidaturas nas eleições municipais deste ano com base na Lei da Ficha Limpa.

Do total, cinco são candidatos a prefeito, um a vice-prefeito e sete a vereador.

Das mais de 500 candidaturas analisadas pela Justiça Eleitoral até agora, 188 se enquadram na nova legislação, que aumentou os prazos de três para oito anos as punições por inelegibilidade.

As decisões, embora apontem as candidaturas como inaptas, não impedem que os postulantes sub-judice disputem a eleição. Isso porque eles podem recorrer ao TSE e ganhar tempo. Com isso, provavelmente, só responderão aos questionamentos após as eleições.

Além da Lei da Ficha Limpa, as maiores irregularidades listadas pelo TRE para impugnação nas eleições até agora são prazo de desincompatibilização e filiações.

Veja a lista de candidaturas impugnadas pelo TRE/MS até agora:

Antônio Lisboa de Souza Junior (Vereador/PT-Selvíria); Ataíde Pereira da Silva (Vereador/PT-Selvíria); Djalma Lucas Furquim (Prefeito/PDT-Aparecida do Taboado); Geraldo Alves Marques (Prefeito/PDT-Bonito); Heliomar Klabunde (Vice-Prefeito/PSDB-Paranhos); Irimar Carvalho Costa (Prefeito/PR-Aral Moreira); Jair Boni Cogo (Prefeito/PSDB-Cassilândia); João Martins Coelho (Vereador/PP-Costa Rica); Lídio Ledesma (Prefeito/PDT-Iguatemi); Marcos Antônio Volpato (Vereador/PP-Naviraí); Paulo Joel de Rezende (Vereador/PR-Bonito); Robson Leiria Martins (Vereador/PTB-Campo Grande); Vagner Cirilo Piantoni (Vereador/PT-Ponta Porã).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde atualiza plano de vacinação com novas categorias na prioridade
BATAGUASSU
Polícia Militar apreende mercadorias descaminhadas
IMUNIZAÇÃO
Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários
BRASIL
Justiça lança projeto-piloto para redução da oferta de drogas ilícitas