Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021

Leia o artigo sobre "artrite reumatóide"

09 julho 2012 - 16h20
MS Já


A artrite reumatóide é uma doença inflamatória crônica de origem auto-imune que

afeta as articulações, causando dores, deformidades progressivas e incapacidade funcional.

A incidência aumenta com o avanço da idade e é duas vezes maior em mulheres do que em

homens, podendo também comprometer crianças.

Os sintomas são mal estar, febre baixa, suores, perda de peso e de apetite, fraqueza,

humor deprimido ou irritado e dores nas articulações. Com o passar do tempo, os sintomas

acentuam-se e caracterizam-se principalmente por rigidez matinal – uma rigidez mais intensa

ao acordar nas articulações afetadas que tem duração aproximada de uma hora - e fadiga no

fim da tarde, além de dor, inchaço, calor e vermelhidão no local, anemia, aumento dos

gânglios e aparecimento de nódulos subcutâneos.

O diagnóstico é feito através do histórico do paciente, exame físico, exames de

imagem, como: radiografia, ultrassonografia, ressonância magnética e também exames de

sangue – hemograma, velocidade de hemossedimentação, uréia, creatinina, enzimas

hepáticas, fator reumatóide, proteína C reativa, anticorpos anti CCP, exame de urina e análise

do líquido intra-articular. O diagnóstico precoce é útil para evitar danos severos e

complicações como deformidades progressivas, perda da função da região acometida, artrose,

instabilidade da coluna cervical e o envolvimento de outros órgãos, o que leva ao aumento da

morbidade e da gravidade da doença.

Infelizmente não há cura para esta enfermidade. Porém, há tratamentos eficazes para

seu controle. Os medicamentos diminuem a dor e maximizam a qualidade de vida. Também

controlam as lesões articulares, prevenindo, assim, a perda da função, evitando complicações

e alterando o progresso da doença. O paciente deve realizar repouso, evitar a mobilização

prolongada do local afetado, realizar exercícios de fortalecimento e fisioterapia. Tanto o

tratamento medicamentoso quanto o funcional deve ser feito mediante orientação médica.

CRBM 15866
Biomédica

Consultora em Qualidade em Laboratórios Clínicos

e-mail: thayara.paolla@yahoo.com.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Maia diz que a China vai acelerar o envio da matéria-prima da Coronavac
ECONOMIA
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
MS
Governo autoriza cessão da Gruta do Lago Azul ao município de Bonito
BONITO
Polícia Militar apreende mais de 390 quilos de maconha