Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020

Marido corta dedos de esposa 'que queria estudar'

Marido corta dedos de esposa 'que queria estudar'

16 dezembro 2011 - 13h30
G1


A polícia de Bangladesh afirmou que um homem teria cortado os dedos da mão direita de sua esposa depois de descobrir que ela estava estudando sem a permissão dele.

Segundo a polícia, Rafiqul Islam, de 30 anos e que trabalha nos Emirados Árabes Unidos, atacou Hawa Akther, 21, e admitiu o crime cometido no início do mês logo depois de voltar para Bangladesh.

A polícia afirma que Islam amarrou a esposa, tapou sua boca com fita adesiva e cortou os cinco dedos de sua mão.

No entanto, não houve uma confirmação independente do próprio Islam. Grupos de defesa dos direitos humanos já pediram punição severa para ele.

O incidente seria um dos vários casos de violência doméstica ocorridos nos últimos meses que têm como alvo mulheres mais instruídas.

"Consequências graves"
Hawa Akther descreveu o ataque que sofreu para a BBC.

"Depois que ele voltou para Bangladesh, ele queria conversar comigo. De repente, ele colocou uma venda em meus olhos e amarrou minha mão", disse Akther, falando da cidade de Narsingdi.

"Ele também fechou minha boca com fita adesiva dizendo que iria me dar um presente surpresa. Mas, ao invés disso, ele cortou meus dedos."

A jovem disse que o marido não aprovava a decisão dela de se matricular em um colégio para completar seus estudos superiores.

Akther contou ainda que, durante conversas telefônicas, Islam a advertiu que haveria "graves consequências" se ela fosse contra a vontade dele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Brasil obtém 5 medalhas em olimpíada latino-americana de astronomia
ECONOMIA
Com destaque para soja e açúcar, exportações de MS somam US$ 5,4 bilhões de janeiro a novembro
SAÚDE
Hemosul entra em estado de emergência e convoca doadores de sangue O+, A+, B+ e O-
ECONOMIA
Ministro quer aprovação do novo marco regulatório do gás este ano