Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020

Menina de 3 anos sobrevive 2 dias de restos após morte súbita da mãe

Menina de 3 anos sobrevive 2 dias de restos após morte súbita da mãe

04 novembro 2011 - 15h00
G1


Uma menina de três anos ficou dois dias sozinha em casa, sobrevivendo de restos de comida, após a morte inesperada da mãe em Wellington, na Nova Zelândia.

Shylah Silbery se virou comendo queijo, restos de lasanha e leite após, Lauren, de 28 anos, morrer subitamente. Ela também se confortou com seu brinquedo favorito, o ursinho de pelúcia Possum.

A história foi relatada pelo tio da menina, Pete Silbery, nesta sexa-feira (4).

Segundo ele, Shylah conseguiu abrir a geladeira da casa sozinha e comeu o que tinha à mão.

A família falou com Lauren pela última vez no dia 19, segundo ele.

Dois dias depois, eles ficaram preocupados e ligaram para um amigo que morava perto da casa dele.

O amigo chegou à casa e viu que a criança estava lá dentro, mas não conseguiu avistar a mãe. Preocupada, a família chamou a polícia.

Os policiais chegaram e instruíram Shylah a empurrar uma mesinha até a porta, subir nela e alcançar a maçaneta para abrir a porta. Eles convenceram a criança dizendo: 'mamãe não vai acordar'.

"Posso imaginar ela todo aquele tempo, tentando despertar a mamãe", disse Pete.

Shylah ficou vários dias no hospital, recuperando-se de desidratação e assaduras.

"Ela está bem agora. Mas ainda está estranha", disse. "Quando baixamos o caixão à sepultura no cemitério, ela apontou e disse: 'mamãe está lá dentro'. Foi de cortar o coração."

As autoridades aguardam o resultado da autópsia, mas não acreditam que a morte de Lauren tenha sido suspeita.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Acusação indevida de assédio moral gera indenização
PONTA PORÃ
Caminhões com 120 bovinos trazidos ilegalmente do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
MEIO AMBIENTE
Infratora é autuada em R$ 56 mil por incêndio em madeira que se alastrou para pastagem
COMBUSTÍVEIS
ANP realiza mais de 7,4 mil fiscalizações no semestre