Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Paraguai confirma foco de febre aftosa e suspende exportações de carne

19 setembro 2011 - 16h00
Paraguai confirma foco de febre aftosa e suspende exportações de carne

Douradosnews

As autoridades paraguaias confirmaram um foco de febre aftosa em região do Departamento de San Pedro. Por causa do foco, o Paraguai suspendeu por dois meses a exportação de gado. Cerca de 800 animais deverão ser sacrificados. O vírus da febre aftosa foi detectado em 13 cabeças de gado.

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, deve decretar ainda hoje situação de emergência sanitária na região onde foi detectado o foco. As autoridades sanitárias iniciaram começaram a instalar barreiras de contenção. Com esse foco, o Paraguai perde status sanitário e fica fora do mercado externo de carne, que é uma das principais fontes de divisas do Paraguai.

A Organização Internacional de Sanidade Animal (OIE) foi comunicada pelos próprios pecuaristas paraguaios da existência do foco. De acordo com o jornal ABC Color, 819 animais da fazenda Santa Helena, administrada pelo presidente da Assocaição Rural do Paraguay em San Pedro, Silfrido Baumgarten, serão sacrificados, conforme informações da Secretaria Nacional de Sanidade (Senac).

O Departamento de San Pedro tem população de aproximadamente 360 mil habitantes. É o segundo produtor de carne do Paraguai. Faz divisa ao Norte com o Departamento de Concepcion, Caaguazú ao Sul, Canindeyú ao Leste, com Presidente Hayes a Oeste e com o Departamento de Amambay no Nordeste.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Caminhão que seguia para Campo grande com mais de seis toneladas de maconha foi apreendido pelo DOF
PROPINA DIFERENTE
Traficante Minotauro usou canetas de US$ 900 para pagar propina a agentes paraguaios, afirma MPF
ECONOMIA
Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
CORONAVÍRUS
Falta de leitos de UTI coloca em risco população de Dourados, diz secretário