Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020

Pelé diz que precisa de auxílio para caminhar após cirurgias no quadril

08 abril 2016 - 09h00Por G1

Pelé falou nesta quinta-feira (7) sobre as duas cirurgias que teve que fazer no quadril. Aos 75 anos, o Rei do Futebol precisa de auxílio para caminhar.

A recepção foi a de sempre. Mas o Rei do Futebol tem agora uma nova companheira: a bengala.
Ela entrou na vida dele em novembro de 2012, quando passou por uma cirurgia para corrigir um problema na região do quadril. A cabeça do fêmur foi trocada por uma prótese.

Três anos depois, Pelé ainda se queixava de dores na região, o que o fez buscar ajuda fora do país. Ele foi aos Estados Unidos e em dezembro de 2015 realizou uma nova cirurgia.

"Eu fiz essa cirurgia e parece que teve um problema. Depois fiz a revisão nos Estados Unidos. E, segundo o médico que me operou, ele disse que houve um pequeno equívoco. Por isso que não conseguia passar a dor. E foi esse reparo que foi feito", contou Pelé.

Roberto Dantas, médico que realizou a primeira cirurgia em Pelé, contesta essa versão: "Eu sou enfático em dizer que não há nenhum erro médico, não houve nenhum erro médico, nem um erro técnico quando foi colocada a prótese, em 2012, no quadril dele. Até por todos os exames que foram feitos no decorrer de todo esse tempo – inclusive, até em novembro de 2015 foram repetidos todos os exames".

Duas versões para a mesma história. O importante é que Pelé afirma que agora está se sentindo melhor: "Se ele estava certo ou não, graças a Deus estou bem, não tenho dor. Eu tinha muitas dores antes. Agora, ainda bem que corrigiu".

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Estado atinge a marca de 82.344 casos de Covid -19
INTERNACIONAL
Famoso por interpretar 007, Sean Connery morre aos 90 anos
CAMPO GRANDE
Três homens foram mortos com diversos tiros de pistolas
REGIÃO
Dois infratores são autuados em R$ 20 mil por degradação de área protegida de córrego para instalação de fábrica de postes de concreto