Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021

Pessoas endividadas têm mais problemas de saúde, diz pesquisa

06 julho 2012 - 10h37Por Infomoney
Pessoas que sofrem de estresse causado por questões financeiras estão mais propensas a desenvolver problemas de saúde, revelou uma pesquisa realizada pela AOL Associated Press, publicada no LearnVest.

A pesquisa mostrou que cinco das oito principais fontes de estresses nos Estados Unidos eram causadas por questões financeiras – dinheiro, trabalho, economia, estabilidade no emprego e custos com habitação.

As pessoas que sofrem por estresse causado por dívidas estão mais propensas a desenvolver problemas de dor de cabeça e enxaquecas (44%), Depressão (23%), ataques cardíacos (6%), tensão muscular e dor lombar (51%), úlceras e problemas digestivos (27%).

Dicas para evitar o estresse

O estudo ouviu indicações de especialistas de como evitar o estresse e adotar uma postura mais saudável no dia-a-dia.

A primeira dica é identificar a raiz dos seus problemas financeiros. Ou seja, você está preocupado com a quantidade de dívidas? Com a sua renda que não cobre seus custos? Ou medo de que possa haver uma emergência do qual você não tenha uma reserva para pagar?

Só depois de identificar o real problema você poderá começara a tomar as medidas adequadas para resolvê-lo.

O segundo passo é conversar com pessoas que possam te ajudar a resolver o problema, seja com seu gerente ou até mesmo um amigo que possa te aconselhar.

Outra dica passada pelos especialistas é a prática de exercícios físicos. Pode parecer bobagem, mas os exercícios físicos proporcionam um bem estar geral e evitar problemas como dores nas costas e lombar.

Descanse os olhos, evite ficar mais tempo do que o necessário na frente do computador, televisão e sempre que possível, durante o dia, pare cerca de 20 segundos para descansar a vista. Forçar a visão é um dos itens que mais proporcionam dores de cabeça.

Adotar hábitos alimentares mais saudáveis e dormir oitos horas por dia também podem ajudar a reduzir o estresse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde atualiza plano de vacinação com novas categorias na prioridade
BATAGUASSU
Polícia Militar apreende mercadorias descaminhadas
IMUNIZAÇÃO
Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários
BRASIL
Justiça lança projeto-piloto para redução da oferta de drogas ilícitas