Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020

PF vê indício de "armação" em conversa que motivou prisão de senador Delcídio

25 janeiro 2016 - 07h00Por Correio do Estado
A gravação de conversa que levou à prisão do senador Delcídio do Amaral (PT), no dia 25 de novembro, pode não ter sido iniciativa do filho do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Informação obtida pelo jornal Folha de São Paulo revela que investigadores da Polícia Federal acreditam em “armação”.

Coluna do jornal deste sábado (23) traz informação de que os investigadores teriam concordado com a defesa do senador e acreditado que Bernardo Cerveró não teria agido sozinho.

A suspeita teria surgido depois de análise da gravação de conversa em que o senador negocia fuga a Cerveró e cita relações com ministro do STF para soltura do ex-diretor.

“A gravação produzida por Bernardo Cerveró para prender o senador foi “coordenada” por fora — e não uma decisão espontânea do filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró”, afirma o jornal paulista. Essa hipótese foi levantada pela defesa do senador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha abaixo de R$ 5,60 com recuperação da China e otimismo sobre vacina para Covid-19
ELDORADO
Polícia Militar apreende medicamentos contrabandeados
DOURADOS
Mais de 900 pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos pelo DOF em residência
MUNDO NOVO
Polícia Militar recupera veículo roubado