Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021

Polícia prende acusado de tentar matar homem a mando do próprio filho em Amambai

PC prende acusado de tentar matar “Vicentão” em Amambai

18 abril 2012 - 13h10
A Gazetanews


Na tarde de terça feira, dia 17, policiais civis de Amambai realizaram a prisão de Alexandre Durão Gonçalves, um dos envolvidos em uma tentativa de assassinato ocorrido na cidade. O mesmo se encontrava trabalhando em um lava jato num posto de combustíveis desativado próximo a auto elétrica Rocha, no centro da cidade.

No último dia 24 de fevereiro, Vicente Leu Rocha Antunes, o “Vicentão”, proprietário de uma fazenda na rodovia entre Amambai e Ponta Porã, foi vítima de uma tentativa de assassinato. Segundo os policiais que efetuaram as prisões, na ocasião dois homens em uma motocicleta teriam chegado à propriedade e chamado Vicente para uma conversa efetuando seis disparos, desses três teriam acertado a vítima, dois no rosto e um no braço.

Durante a fuga um dos familiares da vítima teria atropelado os bandidos e os atiradores teriam abandonado seus pertences e se embrenharam em terrenos próximos a Vila Cristina. Na mochila dos bandidos os policiais encontraram um ticket de identificação que desencadeou as investigações.

Após dois meses e meio de investigações e da identificação da origem do ticket, os policiais chegaram até Edison Recalde Vasques mais conhecido como “tapeti” que foi encontrado em sua residência na Vila Nova em Coronel Sapucaia no último sábado dia 07; o outro envolvido nos disparos ainda se encontra foragido.

Após a prisão do autor dos disparos foi possível descobrir o restante da quadrilha, Edison e o outro envolvido nos disparos teriam sido contratados por Alexandre Durão Gonçalves pelo valor de 500 reais mais uma moto Yamaha, a mesma utilizada no crime.

Segundo os presos, o mandate do crime teria sido o filho da vítima, um menor de 17 anos que se encontra foragido, mas segundo seu advogado o mesmo será apresentado para a polícia nos próximos dias. O motivo que teria motivado o menor a mandar matar o próprio pai ainda não foi descoberto.

Sobre o crime

Segundo os presos, o filho da vítima e mandante do crime teria oferecido o valor de 200 reais para Alexandre contratar os pistoleiros, demonstrando ainda mais frieza o mesmo teria se deslocado até a fazenda do pai em uma motocicleta na companhia de Alexandre, apontando o local para os bandidos e ainda cedendo uma fotografia para que os pistoleiros reconhecessem a quem deveriam matar, logo após, o menor e Alexandre voltaram para Amambai.

Além disso teria repassado aos bandidos o valor de 1.000 reais que logo após seria trocado em uma casa de câmbio em Sapucaia para a compra da arma do crime.

Segundo os policiais a mãe do menor mandante do crime relatou que o filho teria desaparecido e não mais teve contato.

Uma fotografia do autor dos disparos foi apresentada a vitima que veio a ter certeza quando esteve frente a frente com o assassino.

Segundo a policia, após as investigações toda a quadrilha foi descoberta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CUIDADO
Janeiro Branco e os cuidados com saúde emocional em meio a uma pandemia
SELVÍRIA
Paulista é autuado por derrubada de árvores e incêndio ilegal da vegetação nativa
CORONAVÍRUS
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
JUSTIÇA
Senacon adotas medidas para combater comércio de vacinas falsificadas