Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Polícia prende quadrilha que legalizava caminhões roubados

Polícia prende quadrilha que legalizava caminhões roubados

09 dezembro 2011 - 15h20
Folha


Uma quadrilha apontada pela polícia como a principal receptadora de caminhões roubados do país foi desarticulada nesta quinta-feira (8) em São Paulo.

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam o dono de uma fábrica que falsificava as plaquetas de identificação dos veículos, um despachante que conseguia liberar a documentação e um intermediário.

Segundo o delegado Marcelo Bianchi, as apurações constataram a fraude em pelo menos 400 caminhões. "Um caminhão roubado ou furtado voltava para as ruas com se fosse novo", disse.

O dono da fábrica, o peruano Celso Roldan Lopez, 53, o Peru, produzia plaquetas e fazia até a remarcação do chassi com o uso de ferramentas especiais.

Na tarde de ontem, policiais que acompanhavam a movimentação da quadrilha flagraram o comerciante Ridinei Santana de Brito, 46, encomendando um novo serviço de adulteração.

O encontro aconteceu em um estacionamento no bairro Aricanduva, na zona leste. Os dois foram presos e com eles os policiais apreenderam dois jogos de documentos de veículos e R$ 600.

Na fábrica de Lopez, na Vila Matilde, foram apreendidos diversos materiais usados nas remarcações. O peruano revelou à polícia que produzia o material para donos de duas lojas instaladas nas rodovias Fernão Dias e Dutra, em Guarulhos (Grande SP).

Os policiais realizaram buscas nos dois locais e apreenderam oito motores e quatro câmbios de caminhão sem documentação e com indícios de adulteração. Os proprietários não foram localizados pela polícia.

O terceiro acusado foi preso em sua casa, na Penha. Pedro Francisco dos Santos Filho, 49, é acusado pela polícia de produzir a documentação dos veículos e registrar os dados no Prodesp (Companhia de Processamento de Dados de São Paulo). No imóvel foram apreendidos diversos impressos de documentos de veículos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF
CAARAPÓ
Policiais civis prendem jovem e comparsa suspeitos de tráfico de drogas
ECONOMIA
Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos