Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Premiê líbio confirma morte de Muammar Khadafi

Premiê líbio confirma morte de Muammar Khadafi

20 outubro 2011 - 15h25
Reuters


O primeiro-ministro interino da Líbia, Mahmoud Jibril, confirmou nesta quinta-feira (20), que o ex-ditador Muammar Khadafi morreu após ser capturado e ferido perto de sua cidade-natal, Sirte.

Além dele, Abdel Hafiz Ghoga, vice-presidente do Conselho Nacional de Transição (CNT), que governa a Líbia, confirmou em entrevista coletiva realizada em Benghazi a morte do ex-ditadori. 'Kadafi foi morto em poder dos rebeldes', disse Ghoga.

A informação, porém, ainda não foi confirmada pelos Estados Unidos, nem pela Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Imagens de um vídeo divulgado pela TV árabe Al Jazeera mostra o corpo do ex-ditador sendo carregado pelas ruas da cidade, reduto do ex-líder que ainda resistia aos avanços dos rebeldes.

Muammar Khadafi tinha 69 anos de idade, e comandou a Líbia por mais de 40 anos.

Segundo a agência de notícias Reuters, Abdel Majid Mlegta, do Conselho Nacional de Transição (CNT), disse que Khadafi foi capturado e ferido nas duas pernas quando tentava fugir em um comboio atacado por caças da Otan.

"Ele também foi atingido na cabeça. Houve muitos disparos contra seu grupo e ele morreu", disse a autoridade.

Supostas imagens de Khadafi gravemente ferido após ser detido foram capturadas por um celular e divulgadas por agência internacionais.

Segundo a TV árabe, o corpo de Khadafi está em uma mesquita em Misrata.

No mesmo confronto que culminou com a captura do ex-líder, um dos filhos de Khadafi, Mo'tassim, teria sido capturado vivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Média móvel de novos casos de Covid-19 continua alta no MS
PANDEMIA
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
MEIO AMBIENTE
Força-tarefa conta com mais de 50 homens no combate aos focos de calor no Amolar
SAÚDE
Vacinação contra febre aftosa já imunizou 166 milhões de animais