Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

Saúde vive uma caos e governo de MS faz propaganda de UTI inexistente

28 junho 2012 - 14h30
Midiamax


Desde a conclusão da reforma do novo andar da Unidade de Terapia Intensiva dentro do HR, em novembro de 2011, a propaganda institucional do governo Puccinelli tem divulgado que o setor tem mais “27 novos leitos, totalizando 38, equipados e com equipe completa”.
Mas o fato é que, em fevereiro deste ano, a reportagem teve acesso a uma coleção de fotos que mostrava UTIs vazias, situação praticamente inalterada até hoje.

No último dia 20, reportagem do Midiamax estampou manchete com o título “Governo dá outra informação contraditória sobre UTI inaugurada só na televisão”, que se referia às contradições entre a propaganda oficial e as versões apresentadas pelo presidente da Fundação de Saúde (Funsau), Ronaldo Perches, sobre a data efetiva de inauguração das UTIs, particularmente a dos novos leitos para adultos, que ainda não ocorreu.

A falta destes leitos altamente especializados tem repercussão imediata no atendimento de emergência em todo o estado, que carece de UTIs.

O Hospital da Vida, que atende ao SUS, suspendeu o atendimento de pacientes que não sejam de emergência e urgência em toda a Grande Dourados, região que engloba 32 municípios. A crise é tão grave que pacientes de UTI aguardam a desocupação de um dos 10 leitos da unidade no próprio PS do hospital.

O diretor do hospital da Vida, Orlando Martelli Filho, descreveu o tamanho da crise: “Todos os limites foram ultrapassados, estamos operando com 40% acima da nossa capacidade. Os 10 leitos de UTI estão ocupados, os 54 da urgência também. Macas, cadeiras, poltronas, em todos os lugares colocamos pacientes, mas agora nem isso dá mais. Faltam corredores para abrigar pacientes”. Os médicos do HV chegaram a ameaçar uma greve por falta de condições de trabalho.

Enquanto a Central de Vagas do estado não encaixa pacientes da macrorregião na capital, já que a Santa Casa e o HR também estão superlotados, os pacientes de Dourados que não conseguiram vaga contam apenas com a sorte.

Ao mesmo tempo em que o caos na saúde se agrava, leitores do Midiamax e usuários do HR informam que na recepção do hospital e no PS, por onde passam milhares de pessoas todos os meses, propaganda com os logotipos do HRMS e do governo do Mato Grosso do Sul insistem na versão oficial de que as novas UTIs estão em pleno funcionamento.

Com o título “Hospital Regional, O Seu Hospital – mais moderno, mais completo, mais serviços e cuidados como você”, a propaganda distribuída aos usuários do hospital afirma, textualmente: “Referência Nacional em Atendimento. Com 27 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), passando de 11 para 38, equipados e com equipe completa de médico, fisioterapeuta e enfermagem, o moderno ambiente oferecido hoje é comparado aos melhores do Brasil”.

Na reportagem do último dia 20, Perches forneceu uma versão bem diferente. Passados sete meses da reforma do prédio das UTIs, os médicos que passaram em concurso público estão sendo chamados, e os novos equipamentos vão ser licitados.

“Foram chamados 127 profissionais do concurso que estão tomando posse esse mês. Finalmente, a aquisição dos equipamentos e mobiliários está sendo realizada através de licitações de utilização de atas de registro de preços, a fim de se agilizar, dentro da legislação, a chegada dos pedidos”, declarou Perches.

O velho ditado que afirma que “o papel aceita tudo” pode ser bem aplicado à propaganda, que não revela o órgão do governo estadual que a confeccionou, nem a gráfica na qual foi impressa.

De posse de fotografias e exemplares dos folders, o Conselho de Saúde Local do HRMS está acionando o Ministério Público para que tome as providências cabíveis.

A reportagem esteve no local em dias variados, na semana passada, e pode comprovar a denúncia. Ao lado de um balcão de atendimento, onde se forma uma pequena fila, uma pilha com a propaganda está ao alcance dos usuários.

Vistosa, a propaganda mostra médicos e equipamentos modernos, num ambiente tranquilo. E, como sempre ocorre em publicações do gênero, um bebê dormindo o sono inocente dos anjos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Dados de agenda telefônica em celular não estão abarcados pela proteção constitucional de sigilo
APARECIDA DO TABOADO
Suspeito de tráfico de drogas e corrupção de menores é preso pela Polícia Civil
GERAL
Acidente de ônibus no Paraná deixa 19 mortos
Vítimas em estado grave foram levadas para hospital em Curitiba
AQUIDAUANA
Polícia Civil cumpre mandado de prisão preventiva e prende suspeito por estupro de vulnerável