Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
Detran-MS

Acúmulo de 20 mil veículos virando sucata no Detran é crime, avalia juiz

Magistrado federal Odilon de Oliveira indicou que pode haver prevaricação

19 julho 2016 - 12h04Por Fonte: correiodoestado
Apesar de prática comum, o acumulo crescente de veículos deteriorando-se nos pátios do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) é considera ato ilícito e pode dar cadeia.

De acordo com o juiz Federal Odilon de Oliveira, além da esfera civil, a ilegalidade também se enquadra na esfera criminal, como crime de prevaricação. A pena prevista para essa conduta é de detenção, de três meses a um ano, e multa.

Na semana passada, reportagem do Correio do Estado contabilizou em torno de 20 mil veículos abandonados no estado - 14 mil somente em Campo Grande -, cujos proprietários não procuraram a repartição de trânsito para regularizá-los e retirá-los.

O acúmulo de carros gera depreciação dos veículos, além de perda de valor, sobretudo pelo apodrecimento. Casos de depenamento são comuns, principalmente, nas sucursais do interior do estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Campanha eleitoral tem baixa ocorrência de fake news, afirma Barroso
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área, causando degradação de córrego em sua fazenda em Inocência
ECONOMIA
Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande e Imasul realizam fiscalização na MS 040 e orientam condutores sobre resíduos lançados de veículos às margens de rodovias