Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
MS

Acusado de matar travesti em Dourados é condenado a 16 anos de prisão

06 maio 2016 - 22h39Por Fonte: correiodoestado
Marlon Lucas Rocha Fialho, de 23 anos, acusado de matar Israel Pereira Alcântara, de 25, travesti conhecida como 'Érica', em julho do ano passado, foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão em regime fechado. A decisão foi tomada ontem (6), durante julgamento realizado no Fórum de Dourados.

De acordo com a sentença proferida pelo juiz César de Souza Lima, presidente do Tribunal do Juri, a vítima não teria dado motivos para o assassinato, se agravando mais ainda porque os disparos foram cometidos após a travesti ter caído, segundo o Dourados News.

O CASO

O crime ocorreu na Rua Inglaterra, no bairro Jardim Europa, em Dourados, na madrugada do dia 17 de julho de 2015, quando o rapaz efetuou três disparos contra a vítima.

Conforme Marlon disse à polícia, por volta da 0h, ele seguia numa VW Amarok, placas de Ponta Porã e teria estacionado a caminhonete na rua Toshinobu Katayama, próximo ao cruzamento com a avenida Marcelino Pires para mexer no celular.

Logo depois, segundo ele, a vítima passou. Marlon então a chamou, conversou e a colocou no veículo. Já próximo ao local do crime, ainda conforme depoimento, o suspeito percebeu que se tratava de travesti, parou e teria pedido para que descesse da caminhonete. Diante da negativa, o rapaz disse que a vítima o segurou pelo pescoço e tirou a chave do contato.

Armado com um revólver 357, ele efetuou um disparo que atingiu as costas da vítima. Após a ação, atirou mais duas vezes, acertando o peito e o rosto.

O fato ocorreu em frente a residência de um guarda municipal que ouviu o barulho e saiu para ver o que tinha acontecido. Diante do corpo e do suspeito, o guarda ordenou que Marlon largasse a arma e deu voz de prisão a ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Campanha eleitoral tem baixa ocorrência de fake news, afirma Barroso
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área, causando degradação de córrego em sua fazenda em Inocência
ECONOMIA
Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande e Imasul realizam fiscalização na MS 040 e orientam condutores sobre resíduos lançados de veículos às margens de rodovias