Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
Educação

Alunos de escola estadual de MS participam de Festival de Robótica em Brasília

10 novembro 2016 - 13h32Por Fonte: noticias
A quarta-feira (9) foi diferente para um grupo de estudantes da Escola Estadual Professor Henrique Ciryllo Corrêa, que trocou a escola, no Bairro Cruzeiro, em Campo Grande, pelo aeroporto, para embarcar rumo a Brasília. Na Capital Federal, a turma representará a Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul, entre 10 e 13 de novembro, do Festival SESI de Robótica Firt Lego League, na Olimpíada do Conhecimento.Segundo July Miguita Falusino, do 8º ano do ensino fundamental, estava difícil controlar a ansiedade antes do embarque. "Estamos muito animados em representar Mato Grosso do Sul no Torneio de Robótica, em Brasília. Com esse trabalho que desenvolvemos nós já aprendemos muito e sabemos que lá aprenderemos ainda mais e, por isso, daremos o nosso melhor", explicou a estudante, que integra a equipe de robótica da EE Prof. Henrique Ciryllo Corrêa, formada por dez estudantes do 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental.

Este ano, o tema do Festival é "Animal Allies, como os humanos e os animais podem se ajudar". "A ecolocalização do morcego serviu de inspiração para desenvolvermos um protótipo que auxiliará cegos e deficientes visuais", destacou o professor gerenciador de Tecnologias Educacionais e Recursos Midiáticos (Progetec), Jhonatan de Lara Gonçalves, um dos orientadores do trabalho. Nascia, assim, o Time de Robótica Bat Inovation.

Com base no mecanismo de localização dos morcegos, a Bat Inovation elaborou um dispositivo de leitura QR Code (código de barras bidimensional), que funcionará como um identificador de espaço em locais públicos e fechados que o deficiente visual possa frequentar, proporcionando acessibilidade, mobilidade e inclusão social dos usuários da ferramenta. "Para possibilitar o uso do QR Code no projeto, é usado um piso tátil com relevo em adesivos que indiquem a localização do código dentro do ambiente", explicou Jhonatan.

Os estudantes são avaliados em quatro categorias: Projeto de Pesquisa, Core Values, Design de Robô e Missões. No projeto de pesquisa, eles devem apresentar uma solução inovadora com base no tema "Animal Allies", enquanto no Core Values os juízes analisam trabalho em equipe, competição amigável e se há divertimento. No Design do Robô, os juízes avaliam o desenho mecânico, estratégia e inovação na programação. Já nas Missões, os grupos precisam programar e executar tarefas.

A proposta do Festival é estimular o desenvolvimento da prática de robótica educacional junto às escolas, bem como promover o intercâmbio entre as equipes de todo o País, estimulando o desenvolvimento de novas habilidades técnicas e competências sócio-emocionais dos participantes. Saiba mais sobre o torneio no site www.portaldaindustria.com.br/sesi/canal/torneio-robotica-sesi.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Decreto traz regras para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico
BOLETIM COVID
Pandemia ainda não acabou: MS registra mais de mil casos em apenas um dia
PONTA PORÃ
Camionete com 250 quilos de agrotóxicos foi apreendida pelo DOF
DETRAN
Pioneiros na implantação do novo sistema, Detran-MS lança Renave nesta quarta-feira