Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
Polícia

Ao sair para trabalhar, morador se depara com tamanduá na porta de sua casa

25 novembro 2015 - 12h38Por Fonte: coximagora
O jovem Gabriel Dhonata Elias Pires, de 21 anos, teve uma surpresa um tanto quanto curiosa ao sair de sua residência para trabalhar por volta das 07 horas desta manhã de quarta-feira (25), na rua Travessa Violeta, no bairro Vila Bela, em Coxim.Ao abrir a porta da varanda de casa, ele se deparou com um tamanduá bandeira de aproximadamente 1,70 metros de comprimento dormindo tranquilamente sobre o tapete da porta.

O morador contou a nossa reportagem que o animal apesar de manso, estava bastante assustado e ao perceber a movimentação se abrigou debaixo de uma mesa.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) foi acionada e capturou o mamífero para devolve-lo ao seu habitat natural.

Tamanduá-bandeira

O mamífero mede cerca de 2,20 metros, pesa até 45kg, tem uma cauda grande e com pelos grossos e compridos e um focinho longo. O tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) usa suas garras dianteiras para escavar vários formigueiros e cupinzeiros ao longo do dia para capturar, com sua língua extensível, até 30 mil formigas e cupins.

Essa espécie é facilmente reconhecida por sua pelagem característica, que tem uma faixa diagonal preta com bordas brancas, que se estende do peito até a metade do dorso. As patas dianteiras, que têm três garras longas, são mais claras do que as traseiras, que têm cinco garras, mais curtas.

Como se alimenta de formigas e cupins, não possui dentes. Seu olfato é aguçado, já que é a principal ferramenta para localizar suas presas. Quando encontra um formigueiro, o tamanduá-bandeira fica apenas alguns minutos no local, e logo se dirige a outra fonte de comida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF
CAARAPÓ
Policiais civis prendem jovem e comparsa suspeitos de tráfico de drogas
ECONOMIA
Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos