Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
Polícia

Assaltante morto em confronto era policial em formação para cabo

Diego ingressou no Exército Brasileiro em 2014 e era soldado

18 maio 2016 - 13h13Por Fonte: correiodoestado
Diego Barros de Albuquerque, 20 anos,foi morto em troca de tiros com policiais militares, integrava a Polícia do Exército, na patente de soldado e estava em curso de formação para cabo, em Campo Grande. O jovem, juntamente de um comparsa, roubou motocicleta na noite de ontem (17) e morreu quando tentava fugir. A perseguição começou nas imediações da Avenida Costa e Silva e terminou na Rua Joaquim Manoel de Souza, na Vila Olinda, onde ele atirou contra policiais, que revidaram e o acertaram dois disparos.

Por meio da assessoria de imprensa, o Comando Militar do Oeste informou que Diego ingressou na carreira militar no ano de 2014. Atualmente estava lotado na 14ª Companhia de Polícia do Exército. Era soldado e fazia curso de formação para ser promovido a cabo. Sobre o episódio, a força de segurança não se manifestou. Disse que posteriormente encaminhará nota de esclarecimento.

Segundo a Polícia Civil, Diego não tinha antecedentes criminais.

O CASO

Policiais militares que atuam em motos no grupo tático do 10º batalhão, foram avisados sobre recente roubo de moto do modelo XRE 300, que havia acontecido na Vila Jacy e sido praticado por dois homens, por volta das 21h30min.

Moto com as mesmas características que era ocupada por um dos suspeitos foi vista nas imediações da Avenida Manoel da Costa Lima e policiais deram ordem de parada ao condutor. Contudo, ele não obedeceu, houve perseguição e foi chamado reforço policial.

Já nas imediações da Vila Olinda, Diego, que pilotava a moto, atirou duas vezes contra policiais que revidaram com três disparos. Um acertou o escapamento e os demais o fugitivo. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu antes de chegar à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Universitário.

A arma que estava com Diego - revólver calibre .32, foi apreendida. Estava carregada com seis munições, sendo duas delas deflagradas. O dono da moto levada no roubo reconheceu o jovem como sendo um dos autores, segundo a polícia. O outro assaltante segue foragido.

No momento do confronto, Diego não tinha documentos pessoais e foi identificado, posteriormente, por familiares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
TRÁFICO
Motorista de guincho suspeita de contratante, aciona polícia e droga é encontrada dentro de carro em MS
SERVIDOR
Sonho que virou realidade, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua um pescador e autuará outro que divulgaram vídeo e fotos nas redes sociais praticando pesca predatória