Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9.9973-5413
MATO GROSSO DO SUL

Assembleia realiza audiência pública para debater energia elétrica

11 março 2019 - 07h15Por Da Redação

A semana na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, começa com debate sobre o aumento da fatura de energia elétrica no Estado. A discussão, que ocorrerá às 18h30 amanhã (12/3), tem o objetivo de desvendar o aumento e a composição da fatura de energia elétrica no Estado e a efetivação da tarifa social de energia elétrica. 

A proposta é do líder do Governo na Casa, deputado José Carlos Barbosa (DEM), o Barbosinha. Os representantes do Executivo estadual foram convidados, bem como os responsáveis pela direção da Concessionária de Energia Elétrica Energisa, da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), empresários e sociedade civil organizada.

O assunto já foi debatido na Câmara Municipal de Campo Grande e vereadores até chegaram a pedir a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para que o problema fosse resolvido. Na ocasião, defensora pública Eni Diniz declarou que algumas contas de energia tiveram aumento de até três vezes mais, no meses de dezembro e janeiro. Diante desse reajuste, a defensora pediu que os consumidores que se sentiram lesados entrem com ação contra a concessionária de energia.

Penalidade

No dia 3 de março a empresa foi multada pelo Procon por ter “rompido com boa fé e abusado da vulnerabilidade do consumidor, o que caracteriza prestação irregular dos serviços”. No total foram 14 autos de infração, sendo que as multas aplicadas somam R$ 101.393,25 o que equivale a 3.675 Unidades Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul (Uferms), cujo valor atual é de  R$ 27,59.

Tarifa Social

Além do aumento do valor da tarifa de energia elétrica, outro tema que será debatido nesta audiência pública é a divulgação do cadastro social da tarifa de energia. Isto porque, 171.487 famílias que têm direito ao benefício ainda não estão cadastradas.

Durante sessão realizada no mês de fevereiro, o deputado Barbosinha, cobrou a criação de uma força tarefa para fazer a divulgação do benefício. Em Mato Grosso do Sul, 292.984 famílias têm direito e apenas 121.497 estão cadastradas.

Em resposta ao pedido de Barbosinha, da criação da força tarefa, representantes da Energisa disseram que, contam com o apoio da Assembleia Legislativa para isso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
Globo sentencia destino do Bem Estar em novo contrato de Michelle Loreto
ECONOMIA
Produção industrial de Mato Grosso do Sul permanece estável
EM MS
Procon realiza pesquisa e detecta preços iguais na venda de GNV no cartão ou em dinheiro
MATO GROSSO DO SUL
Escolagov forma novas turmas em “SQL para iniciantes” e “Redação Oficial”