Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
Campanha

Campanha S.O.S Mariana será realizada em Três Lagoas

Iniciativa de arrecadar doações às vítimas de Mariana e outros municípios mineiros é do Perfil News e já conta com apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e vários voluntários. As entidades assistenciais de Três Lagoas também serão convidadas a parti

17 novembro 2015 - 12h43Por Fonte: perfilnews
Um dos maiores desastres ambientais já registrados pelas autoridades brasileiras está causando indignação nas mídias sociais devido as condições que centenas, ou talvez, como alguns órgãos de comunicação registram, milhares de famílias desabrigadas e desassistidas pelas autoridades.

É nessa situação que os moradores do município mineiro de Mariana se encontram. Além deles mais de 250 municípios que utilizam água do Rio Doce estão precisando de ajuda.

MUDANÇA RADICAL

O rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco, mudou radicalmente a vida dessas pessoas.

Diante da catástrofe, o Rio Doce, principal corrente de água que passa pelo local praticamente morreu, dizem os especialistas. Virou barro. Impactou diversos municípios, que dependem efetivamente das suas águas, alguns dizem que o “rio está morto” e caso haja recomposição, deverá demorar entre 50 a 100 anos. Muitas pessoas da localidade precisam e precisarão de ajuda por muitos anos.

De acordo com informações, o governo de Minas Gerais está dando conta de auxiliar à crescente demanda de pessoas que clamam por ajuda. Caso comprovado é em material divulgado pelo site Mídia Livre DCS Brasil, que publicou nesta segunda-feira (16), que a população mineira se ajoelhou em praça pública e rezou por água e comida.

SITUAÇÃO CRÍTICA

O desespero só aumenta. Muitos estão aproveitando da situação neste momento de tragédia, um bem tão necessário torna-se “ouro”. É o caso da água, onde em Minas Gerais os preços aumentaram, denunciam os sites informativos da região. Já está virando caso de polícia.

A situação das vítimas é tão grave que nas redes sociais é possível visualizar diversos pedidos e mobilizações de ajuda. Doações de alimentos não perecíveis, roupas e água, principalmente são alguns dos principais itens que são necessários para atender os desabrigados.

APELO DAS MÍDIAS SOCIAIS

Atendendo o apelo das mídias sociais o diretor do Perfil News, Ricardo Ojeda resolveu aderir ao movimento. Para isso buscou ajuda as autoridades de segurança de Três Lagoas. Ele se reuniu na manhã desta segunda-feira com o comando do 2º BPM, tenente coronel, Wilson Sérgio Monari e o Major Élcio Almeida que de imediato se prontificaram ajudar, oferecendo inclusive a sede do quartel para ponto de arrecadação.

Monari sugeriu ainda procurar entidades como os Rotary Clube da cidade, bem como as empresas, Fibria e Eldorado entre outras para ajudarem na logística.Por sua vez, o tenente coronel do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, Marcelo Olassar, também recebeu a visita de Ojeda, que se colocou à disposição, porém mostrando-se preocupado com o transporte dos materiais até as vítimas. Ele sugeriu buscar parceria com o Rotary que poderá auxiliar em uma campanha, como essa.

CAMPANHA HUMANITÁRIA

Na observação do jornalista Ricardo Ojeda, “Três Lagoas têm mais de 120 mil habitantes, se cada um doar 1 kg de alimento, 1 litro de água e uma peça de roupa é possível amenizar o sofrimento de muitas famílias”.
“A campanha não tem dono e nem líder, todos podem ajudar, inclusive oferecendo locais para coleta das doações, ou mesmo como voluntários. Toda ajuda será bem-vinda”, reiterou, Ojeda.

Porém, caso já houver alguma outra campanha em andamento, com os mesmos fins ou quem queira colaborar os contatos do Perfil News são: 8435-2479 / 3522-4622 / ojeda@perfilnews.com.br. Em relação à logística para encaminhar os donativos, está sendo estudado uma solução. A distância de Três Lagoas à Mariana (MG) são 1.097 km.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
MS ultrapassa 10 mil casos de coronavírus e soma 117 óbitos
CIDADES
Governo estuda "emprestar" leitos do interior para saúde da Capital
GERAL
Cientistas descobrem nova espécie de perereca-de-bromélia na Bahia
DOURADOS
Veículo é apreendido com contrabando do Paraguai avaliado em mais de R$ 200 mil