Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
Alta velocidade

Carro em alta velocidade mata motociclista atropelado

24 junho 2016 - 10h00Por Midiamax
Na noite de quinta-feira (23), passageiro de uma moto morreu atropelada na Avenida Gury Marques, nas proximidades do terminal Guaicurus. Ele foi identificado pela polícia como Valdemir Camargo dos Santos, de 27 anos, e trabalhava como vendedor. O suspeito de provocar o acidente fugiu do local, mas também teria sido identificado.

Segundo a polícia, o piloto da motocicleta, de 18 anos, foi socorrido consciente e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. O motorista do Gol, suspeito de provocar a colisão, fugiu do local, mas foi identificado posteriormente pela polícia como J.A.T.

O acidente

A colisão ocorreu nas proximidades da PMRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual) de Campo Grande. As vítimas seguiam na Yamaha YBR, sentido ao Bairro Moreninhas, quando foram colhidas pelo Gol vermelho, que segundo testemunhas estava em alta velocidade.

Testemunhas relataram que o motorista do Gol seguia pela faixa da direita na avenida e, ao fazer uma ultrapassagem, bateu contra a traseira da motocicleta, que seguia pela faixa da esquerda. "Ele vinha a mais de 100km/h", disse um motociclista que presenciou o acidente.

O Gol ainda arrastou a moto, entrou no canteiro central, colidiu contra um poste e parou a aproximadamente 200 metros após o ponto da colisão. Com o impacto, o garupa foi arremessado, colidiu no para-brisas e teto do Gol e caiu na rua, morrendo no local. A motocicleta ficou totalmente destruída e o piloto, de 18 anos, foi socorrido em estado grave pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Testemunhas contaram que o motorista saiu do local ensanguentado e fugiu. Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Perícia e Polícia Civil também estiveram no local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões
EDUCAÇÃO
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
ECONOMIA
Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
INTERNACIONAL
Brasil e outros 31 países assinam declaração sobre saúde da mulher