Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020

Comerciantes reclamam da poluição visual no centro de Ponta Porã

Comerciantes reclamam da poluição visual no centro de Ponta Porã

10 janeiro 2012 - 14h57
Mercosulnews

Depois de um período em que a prefeitura proibiu a instalação de faixas e placas no centro de Ponta Porã, na tentativa de acabar com a poluição visual que assolava a região comercial, novamente se pode notar a grande quantidade de propagandas espalhada no setor mais movimentado da cidade. Esta semana os comerciantes reagiram ao problema.

Eles reclamam que a prefeitura mantém a proibição apenas para os comerciantes e que ‘liberou geral’ para promotores de eventos e organizadores de atividades com fins lucrativos. “Quando é a gente que coloca, ou é multado ou é obrigado a pagar, mas para que faz festa, a fiscalização da prefeitura faz vistas grossas, prejudicando nosso setor”, afirma um comerciante, que pediu para não ser identificado.

O problema remete às Secretarias Municipais de Obras, Infra-estrutura e Meio Ambiente, responsável pela fiscalização e também de Fazenda e Planejamento, que faz a cobrança de tributos. Outro comerciante critica: “Ou libera para todo mundo, e isso inclui os comerciantes, ou cumpre a lei, acabando com a proliferação de cartazes ao longo da Avenida Brasil”.

O problema, segundo os comerciantes, não se restringe às ruas transversais à Avenida Brasil, como Duque de Caixas, Guia Lopes, 7 de Setembro, Tiradentes, Presidente Vargas e Deputado Aral Moreira, entre outras da área central, “mas também aos trevos do Bairro da Granja (Bandeira) e do Jardim Universitário (Cuia)”, garantem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Clima ameno se despede de MS no segundo dia da primavera
JUSTIÇA
STF mantém obrigação de locadoras terem cota de veículos adaptados
Norma era questionada pela Confederação Nacional dos Transportes
NOTÍCIAS
Criança sob guarda deve receber mesmo tratamento que filho em plano de saúde
MEIO AMBIENTE
Números de multas e de focos de queimadas no MS já superam 2019