Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
PT

Diretoria do PT decide afastar Delcídio do Amaral por 60 dias

Partido reuniu-se nesta sexta-feira e uma corrente defendia expulsão sumária

04 dezembro 2015 - 17h39Por Fonte: correiodoestado
O Partido dos Trabalhadores confirmou que vai afastar o senador por Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral, e abrirá um processo no conselho de ética do partido. A suspensão inicial é de 60 dias e a decisão foi dada pelo comando do PT.

Segundo o site da Folha de S. Paulo, a decisão final sobre o futuro do senador dividia as opiniões na reunião realizada nesta sexta-feira (4) à tarde. Uma corrente pregava a expulsão sumária, enquanto outro setor defendia o regimento e que fosse estabelecido um cronograma com afastamento, para depois ocorrer o julgamento. Informou o site.

O presidente do PT, Rui Falcão, defendia a expulsão sumária, informou a Folha de S. Paulo. Antônio Carlos Biffi, presidente do partido em Mato Grosso do Sul, fez parte da ala moderada.

Delcídio do Amaral foi preso no dia 25 de outubro pela operação Lava Jato. A suspeita é que ele estaria atrapalhando as investigações ao oferecer fuga ao ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que aceitou fazer delação premiada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
JUSTIÇA
Negado pedido de desaforamento por imparcialidade de jurados
ECONOMIA
Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central
MS
Termina nesta quarta-feira prazo para quitação de licenciamento para placas final 9