Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
PT

Diretoria do PT decide afastar Delcídio do Amaral por 60 dias

Partido reuniu-se nesta sexta-feira e uma corrente defendia expulsão sumária

04 dezembro 2015 - 17h39Por Fonte: correiodoestado
O Partido dos Trabalhadores confirmou que vai afastar o senador por Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral, e abrirá um processo no conselho de ética do partido. A suspensão inicial é de 60 dias e a decisão foi dada pelo comando do PT.

Segundo o site da Folha de S. Paulo, a decisão final sobre o futuro do senador dividia as opiniões na reunião realizada nesta sexta-feira (4) à tarde. Uma corrente pregava a expulsão sumária, enquanto outro setor defendia o regimento e que fosse estabelecido um cronograma com afastamento, para depois ocorrer o julgamento. Informou o site.

O presidente do PT, Rui Falcão, defendia a expulsão sumária, informou a Folha de S. Paulo. Antônio Carlos Biffi, presidente do partido em Mato Grosso do Sul, fez parte da ala moderada.

Delcídio do Amaral foi preso no dia 25 de outubro pela operação Lava Jato. A suspeita é que ele estaria atrapalhando as investigações ao oferecer fuga ao ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que aceitou fazer delação premiada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Após aumento de 200% nos casos de Covid-19, município de MS decreta lockdown durante fins de semana
INTERIOR
Traficante é preso enquanto trazia 268 quilos de maconha para a Capital
REGIÃO
Polícia Militar prende homem por Contrabando e apreende veículo com 5.500 maços de cigarros paraguaios durante abordagem no distrito de Boqueirão
ECONOMIA
Banco do Brasil amplia limite de crédito do Pronampe em R$ 1,24 bi