Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
Fronteira

Ação termina com apreensão de R$ 100 mil em contrabando entre Dourados e Ponta Porã

04 novembro 2015 - 09h30Por DOF
Em operação desencadeada desde a última sexta-feira (30), policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e alunos do 5º CEPFron (Curso de Especialização em Policiamento de Fronteiras), realizado pelo Departamento em parceria com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do MS) e SENASP (Secretaria Nacional de Segurança Pública) mais de R$ 100 mil em produtos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos.

As ações ocorreram entre as cidades de Ponta Porã e Dourados, nas BR’s-463 e 163. Na sexta-feira foram apreendidos cerca de R$ 47,5 mil em pneus e cigarro.

No sábado foram interceptados R$ 40,5 mil em produtos como cigarros, eletrônicos, matérias de informática e cosméticos. Já no domingo foram apreendidos pelas equipes do DOF e CEPFron R$ 26 mil em produtos como relógios, perfumes, confecções, materiais de pesca cigarro e eletrônicos.

No total da operação foram apreendidos R$ 114 mil em produtos de contrabando e descaminho do Paraguai. As equipes operacionais do DOF foram reforçadas nesse feriado e nos próximos finais de semana terão apoio recorrente, pois os policiais inscritos no curso necessitam dessa carga horária para colocar em prática a teoria ministrada durante o 5º CEPFron.

“Estamos nos empenhando para que essa edição do CEPFron, seja diferenciada das demais, com uma carga de especialização prática maior que a das edições anteriores, podendo capacitar ainda mais nossos policiais e os policiais de outras instituições, no policiamento itinerante de fronteira e suas peculiaridades.” concluiu o Diretor do DOF Coronel Ary Carlos Barbosa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Captação da poupança bate recorde em maio
ECONOMIA
Mais maquininhas receberão pagamentos feitos com auxílio emergencial
MS
Mais de 90% dos veículos foram arrematados no último leilão do Detran-MS
HABITAÇÃO
Empresas da construção civil podem assinar termo de adesão com a Agehab para comercialização de imóveis