Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
Multa

Dono de olaria é multado em R$ 5,5 mil por destruir mata ciliar de córrego

Se condenado, autor poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

01 dezembro 2015 - 12h46Por Fonte: correiodoestado
Uma equipe de Policiais Militares Ambientais multaram em R$ 5,5 mil, o proprietário de uma olaria, em Sidrolândia, por degradar as matas ciliares de um córrego (área de preservação permanente – APP), inclusive, desmatar a vegetação.

A PMA deslocou-se até a fazenda e verificou que um empresário, que residente na Capital, realizou com uso de máquinas, a limpeza de quase um hectare em sua propriedade, destruindo parte da mata ciliar de um curso d’água.
O local da degradação seria para a exploração da argila, que ainda não havia começado a ser explorada. O infrator não possuía autorização ambiental para o desmatamento, porém, ele possuía licença para o funcionamento da olaria, com validade de quatro anos.

As atividades foram interditadas. O infrator foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 5,5 mil. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.
O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada (PRADE).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Polícia Militar Ambiental captura jiboia de quase três metros nas obras do Aquário do Pantanal
TRAGÉDIA
Colisão entre van e carreta mata 3 pessoas e deixa uma ferida na MS-040
TEMPO
Chuva muda o clima em grande parte do Estado a partir desta quarta-feira
CAMPO GRANDE
Polícia Militar Ambiental e Bombeiros resgatam anta de piscina em chácara próxima ao aeroporto Santa Maria pela terceira vez