Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
Dourados

Dourados terá o mais moderno centro de diagnóstico de MS

04 dezembro 2015 - 12h07Por Fonte: douradosagora
Com uma fila de 4.722 procedimentos como consultas e exames pendentes só na ortopedia e mais de 3,5 mil na fila das cirurgias oftalmológicas, a cidade de Dourados terá o mais moderno Centro de Diagnóstico Especializado de Mato Grosso do Sul, que será construído pelo Governo do Estado.

A garantia foi dada na tarde de ontem pelo Ministério da Saúde que autorizou a liberação dos recursos que vão custear as obras. A previsão é de que a construção inicie já nos primeiros meses de 2016. Depois de pronto, o Centro de Diagnóstico vai concentrar todos os exames num só local e evitar gastos da administração com clínicas particulares.

A ideia é “zerar” a espera interminável em filas para realização dos procedimentos, possibilitando mais agilidade nos tratamentos clínicos e cirúrgicos realizados na Região da Grande Dourados, sem a necessidade de que os exames sejam enviados para clínicas particulares de Dourados ou Capital.

De acordo com o projeto do Governo do Estado, a nova estrutura terá equipamentos de última geração para realização dos mais modernos exames como tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia, endoscopia e colonoscopia, raios-x digital, dopplervelocimetria, eletroencefalograma, eletrocardiograma, densitometria óssea, laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24 horas, entre outros.

Localização

A previsão é de que o Centro de Diagnóstico especializado de Dourados seja construído ao lado do futuro Hospital Regional de Dourados, que estará localizado no km 3, da BR-463, saída para Ponta Porã. De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Saúde, Lívio Leite, o objetivo é solucionar a dependência que a saúde pública municipal douradense desenvolveu ao longo dos anos junto à rede privada de serviços médicos hospitalares e diagnósticos, já que a maioria dos serviços oferecidos à população de Dourados e região é contratualizada, e muitas vezes acaba onerando os cofres públicos municipais, haja vista que tais contratualizações extrapolam a tabela SUS de pagamentos de procedimentos.

Toda Região

O Centro deverá atender os 35 municípios da Grande Dourados, que reúne cerca de 800 mil habitantes. A unidade de atenção especializada vai também garantir retaguarda diagnóstica ao futuro Hospital Regional de Dourados, possibilitando desde simples exames de hemograma até uma ressonância magnética nuclear. De acordo com o plano de trabalho aprovado, a obra terá 1.150 m², distribuídas em 31 salas de consultórios/exames, de um total de 104 ambientes. “Caberá ao Governo do Estado apresentar os projetos de engenharia, arquitetura e outros, complementares, para serem analisados pela Caixa Econômica Federal e, posteriormente, dar a ordem de serviço.

Custo

O Centro de Diagnóstico de Dourados custará R$ 6,7 milhões. Deste total, R$ 3,3 são resultado de emenda do deputado federal Geraldo Resende, com valor equivalente (R$ 3,3 milhões) de contrapartida do governo do Estado.

Hospital da Vida

No último dia 1º, o Estado, numa medida de socorrer a Saúde de Dourados, destinou novos equipamentos de exames para o Hospital da vida. O objetivo foi substituir os antigos e quebrados, como o raio-x que apresenta problemas com frequência. “Com os novos equipamentos, que são modernos, o município de Dourados terá como diminuir as grandes filas por exames, que tanto prejudicam a população. Além disso vai poder economizar”, diz Livio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Mais uma cidade de MS apresenta caso confirmado de coronavírus
ECONOMIA
Caixa volta a realizar sorteios da Loteria Federal hoje
HOMICÍDIO
Boliviano mata amigo a facadas após terem passado o dia bebendo juntos: 'Nunca havia matado ninguém'
POLÍTICA
Presidente sobrevoa áreas afetadas por ciclone em Santa Catarina