Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021

Educação Infantil de Ponta Porã está entre as melhores do Brasil

Educação Infantil de Ponta Porã está entre as melhores do Brasil

14 agosto 2012 - 13h00
Divulgação (TP)

A Organização dos Estados Iberoamericanos acaba de concluir, nos centros de educação infantil da Rede Municipal de Ensino de Ponta Porã, um projeto piloto, que teve como objetivo principal, proporcionar a formação continuada dos profissionais em serviço na educação infantil.

Na semana passada, a consultora Elisabet Ristow, que coordenou o projeto, esteve em Ponta Porã para avaliar as atividades desenvolvidas desde o mês de abril.

A Formação Continuada de Professores em Serviço na Educação Infantil foi realizada através de um constante acompanhamento da equipe da OEI no CEINF´s locais. O projeto é inédito no Brasil e deverá ser levado para outras cidades.

Na semana passada foi realizada uma atividade de avaliação com as coordenadoras dos centros de educação infantil.

Elizabet elogiou a forma com que a Prefeitura de Ponta Porã cuida da educação infantil: “A Educação Infantil em Ponta Porã possui um diferencial: a qualificação dos profissionais dos Centros de Educação Infantil e as Diretrizes Curriculares Municipais que contemplam a Educação Infantil. O que, destacamos aqui, em Ponta Porã, infelizmente, não é a realidade de muitos outros municípios brasileiros. Aqui, a professora que trabalha no CEINF é formada, habilitada, especializada e ganha para isso. Em muitos municípios isso não ocorre”, salientou.

Este projeto piloto desenvolvido em Ponta Porã, servirá de modelo para embasar as políticas públicas para a educação infantil no Brasil. “Uma das metas da OEI é, até o ano de 2025, contribuir para melhoras as condições de atendimentos às crianças no Brasil”, afirma Ristow.

Um ponto forte destacado por ela é a qualificação dos profissionais da Rede Municipal de Ensino. Diferentemente de muitos municípios brasileiros, em Ponta Porã as professoras que atuam nos CEINF´s, inclusive berçários, são formadas. 90% pós-graduadas e várias já estão fazendo mestrado. “Isso representa qualidade na atenção às crianças, garantindo um tratamento adequado”, afirma Elisabet.

Segundo ela, “Ponta Porã está indo muito bem. Aqui, a administração municipal tem a sensibilidade para que a educação infantil receba os investimentos necessários. Claro que nem tudo é perfeito, mas afirmo que encontrei uma gestão comprometida, que anseia melhorias e que legisla, garantindo que a educação infantil seja tratada dentro das diretrizes curriculares nacionais”, declarou.

Os estudos feitos pela OEI em Ponta Porã foram iniciados no mês de abril. O município saiu na frente no projeto desenvolvido em todo o Brasil. O próximo município será Foz do Iguaçu, no Paraná.

A secretária municipal de educação, Joelma Nascimento Moura, considerou a participação de Ponta Porã, nos trabalhos da OEI, como um fato inédito: “esta iniciativa começou por Ponta Porã. Aqui, foi desenvolvido um projeto piloto que será levado para várias cidades brasileiras. Ficamos felizes em ver que o trabalho comandado pelo prefeito Flávio Kayatt é bem avaliado e contempla o que preconiza os parâmetros curriculares nacionais, destacando nosso município entre tantos, no Brasil. Com relação ao projeto, pudemos ver que as crianças estão mais felizes. Acredito que ele significa o começo de um grande trabalho dos profissionais dos CEINF´s de Ponta Porã, pois, afinal de contas, aprendemos muito com as nossas crianças, declarou a secretária.

Joelma destacou a preocupação da administração de Flávio Kayatt em manter a qualificação constante dos profissionais da educação. Segundo ela, com o projeto, todos ganharam. “As coordenadoras e professoras aprenderam bastante e, junto dos outros profissionais dos CEINF´s, estão mais presentes nas atividades diárias. Estamos muito satisfeitos com os resultados deste trabalho desenvolvido em Ponta Porã” finalizou Joelma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Decreto institui sistema que verifica emissões de carbono no agro
DETRAN
Renave é garantia de segurança e credibilidade nas transações comerciais, diz diretor
CONCESSÃO PÚBLICA
Usuários da MS-306 contam com atendimentos gratuitos, de socorro mecânico a combate a incêndios
ECONOMIA
Linguiça tradicional de Maracaju é o segundo produto a receber o Selo Arte em MS