Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021

O time está treinando em dois período para chegar no jogo bem preparado afirmou técnico Fubá.

O time está treinando em dois período para chegar no jogo bem preparado afirmou técnico Fubá.

17 setembro 2012 - 16h35
Redação - Tião Prado

Insira o texto da matéria AQUI


O elenco do Ponta Porã Sociedade Esportiva se apresentou na manhã desta segunda-feira (17), com um só pensamento: ganhar do Coxim na casa do adversário e decidir a vaga contra o Corumbaense no estádio Aral Moreira , no próximo dia 30 de setembro.

O jogador Léo Silva teve um problema de saúde devido ao calor forte, mas informou que já esta bem inclusive, participando dos treinamentos pela manhã e certamente estará no jogo do final de semana em Coxim.

“Desde o começo quando cheguei a Ponta Porã, sempre tive na cabeça que o objetivo é o acesso e independente do que aconteceu ou vai acontecer, nós estamos com a cabeça voltada para trabalhar e fazer o trabalho bem feito com o intuito de atingir o objetivo maior que é colocar o Ponta Porã de volta a primeira divisão”, afirmou Léo Silva.

O Jogador Andrade, que participou da Copa do Brasil pelo CENE de Campo Grande, informou que o jogo contra o Coxim é importante e que a equipe vai buscar os três pontos e decidir em casa contra o Corumbaense, que será o jogo mais importante do Campeonato.

Com relação a goleada que a equipe de Coxim sofreu, o jogador fez a seguinte avaliação: “ A gente observa nitidamente no decorrer do jogo vendo os gols, percebe-se que são gols entregados mesmo e não podemos entender que no futebol do nosso estado possa acontecer coisas assim, pois isso só desvaloriza o próprio futebol local, mas nós vamos fazer a nossa parte e conseguir este acesso que é importante para o Ponta Porã”, afirmou Andrade.
O Presidente do time de Ponta Porã, Paulinho Vieira, estava bastante abalado com o resultado, pois ele vem lutando a todo custo para manter o time neste campeonato e quando se observa a primeira fase que a equipe do Coxim fez, se classificando em primeiro e na segunda fase acontece uma goleada dessa forma, o desânimo atinge os dirigentes.

“Um resultado deste faz com que a competição perca a sua credibilidade, porque por mais que você tenha uma equipe de base sem os seus titulares, a goleada foi muito grande e histórica e isso dentro do futebol não pode se considerado, uma vez que nem em futsal hoje em dia se vê uma goleada assim. Mas não queremos julgar e nem desmerecer os méritos do Corumbá e nem desfazer do time do Coxim, mas acredito que alguma coisa a Federação tem que se fazer, porque a competição perdeu um pouco do seu brilho e não ficou bem”, afirmou Paulinho Vieira.

O técnico do Ponta Porã, Irani de Almeida Fubá, também comentou o resultado do jogo do final de semana,lamentando a postura adotada pela diretoria do Coxim e a forma como uma partida oficial de campeonato estadual está sendo tratada no estado.

“Amigos meus que estão em outros estados e até na Espanha entraram em contato comigo dizendo que um campeonato assim é uma vergonha, mais parece uma várzea , pois vendo os gols verifica-se que os meninos do Coxim nem vontade de estar no jogo tinham, e isso tira o brilho e o prestigio do campeonato. A Federação tem que tomar uma decisão, isso não pode acontecer, o time se classificou bem e depois ceder um placar desde jeito é difícil de aceitar”, afirmou Irani de Almeida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde atualiza plano de vacinação com novas categorias na prioridade
BATAGUASSU
Polícia Militar apreende mercadorias descaminhadas
IMUNIZAÇÃO
Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários
BRASIL
Justiça lança projeto-piloto para redução da oferta de drogas ilícitas