Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021

Antiga diretoria tentou realizar assembléia mas não apareceu nenhuma chapa interessada em administrar o clube mais tradicional de Ponta Porã

Antiga diretoria tentou realizar assembléia mas não apareceu nenhuma chapa interessada em administrar o clube mais tradicional de Ponta Porã

25 junho 2012 - 08h35
Mercosulnews


Com mais de 50 anos de existência, o mais tradicional e bem frequentado clube social de Ponta Porã, o União Tênis Clube, pode acabar sendo arrendado para a iniciativa privada.

Pelo menos esta é a intenção do presidente interino, Indalécio Soares de Oliveira, que está deixando o comando da sociedade para assumir a presidência do Lions Club de Ponta Porã.

Há cerca de um ano o mandato de Indalécio Soares expirou e ele tem tentado passar a batuta adiante, mas não há interesse de qualquer um dos sócios adimplentes.

Agora, nos próximos dias, ele deve passar o comando para um dos membros da atual diretoria, já que as duas assembleias que foi convocada através da imprensa local, uma em abril e outra para esta sábado (23) pela manhã, não obtiveram quórum para decisões.

O presidente interino disse que há três empresas interessadas em utilizar as instalações do clube para explorar tanto a área social, para a realização de eventos os mais diversos, como também a quadra de esportes, as piscinas e a academia.

Uma das cláusulas do futuro contrato seria a reforma completa das instalações, disse Indalécio, informando que os sócios adimplentes poderão usar livremente a piscina e todo o restante da infraestrutura disponível sem custo algum. Para o caso de eventos no salão de festas, os sócios pagarão apenas 50% do valor dos ingressos.

Hoje o UTC tem cerca de 80 associados, mas apenas a metade deles continua em dia com as mensalidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar volta a subir e fecha cotado a R$ 5,36
ECONOMIA
Pedidos de recuperação judicial caíram 15% em 2020
Dados foram divulgados hoje pela Serasa Experian
POLÍCIA
PMA apreende redes, pescado e boias de infratores que praticavam pesca predatória
VALE UNIVERSIDADE
Termos de compromisso devem ser entregues até o dia 28