20/04/2017 11h30

Exército chama atenção para 'incontáveis escândalos de corrupção'

 
 

A crise política brasileira foi lembrada durante comemorações ao Dia do Exército, celebrado nesta quarta-feira (19). De Guararapes até os dias atuais, as Forças Armadas mantêm-se firmes no cumprimento de sua missão constitucional de garantia da soberania e defesa dos interesses brasileiros, mas ontem, a ordem do dia foi a de chamar atenção para os escândalos de corrupção. Em Brasília, o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, disse que o Brasil vive uma "aguda crise moral" por causa dos "incontáveis escândalos de corrupção". Em Dourados, o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho disse "que todos os cidadãos estão com orgulho ferido".

Como instituição permanente e rígida em seus valores, o Exército não se envolve em questões políticas, mas ontem discursos chamaram atenção para a corrupção. "A aguda crise moral expressa em incontáveis escândalos de corrupção nos compromete o futuro. A ineficiência nos retarda o crescimento. A ausência de um mínimo de disciplina social, indispensável à convivência civilizada, e uma irresponsável aversão ao exercício da autoridade oferecem campo fértil ao comportamento transgressor e à intolerância desagregadora", disse o comandante Vilas Bôas durante a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Militar, em Brasília. O evento teve a participação do presidente Michel Temer e do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato.

O discurso do comandante geral foi lido durante as comemorações do Exército nas Brigadas espalhadas pelo País. A crítica à corrupção que perpetua por diferentes poderes do Brasil foi discutida em rodas de conversas e em Dourados o comandante da 4ª Brigada, Lourenço William, aproveitou para estender o assunto. Ele não discursou, mas falou com a imprensa.

"Como cidadão imagino que todos estamos com orgulho ferido, mas o importante é que as instituições democráticas estão funcionando dentro da sua legalidade, buscando solução. O Brasil tem potencial grande e temos que prosseguir para um futuro melhor", avaliou. O comandante se mostrou otimista com as instituições, que segundo ele, estão resolvendo a crise. "A nação por meio de suas instituições está resolvendo a crise e vamos sair muito mais fortalecido do que ela iniciou", opinou durante entrevista.

O comandante aproveitou para falar sobre o andamento do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), que é operado na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada em Dourados. Implantado como projeto piloto, o sistema contempla o monitoramento de aproximadamente 650 quilômetros de fronteira terrestre na faixa que acompanha a divisa do Mato Grosso do Sul com o Paraguai e com a Bolívia.

"O Sisfron prossegue normalmente e para este ano o Ministério do Planejamento enviará os 30% restante de recursos estimados para até o final de 2018 ser implantado em Mato Grosso do Sul", disse o general Willian. A crise atrasou a conclusão do Sisfron no Estado. Futuramente o sistema será estendido para toda a fronteira do País.

Homenagens

O Dia do Exército é marcado por homenagens. Em Dourados o coordenador regional da governadoria, Valdenir Machado, e João Batista Luiz foram agraciados com o diploma de Colaborador Emérito. Militares da Brigada local receberam medalhas e condecorações por tempo de serviços ao Exército Brasileiro.

O Dia do Exército é celebrado em 19 de abril em memória da Batalha dos Guararapes, que ocorreu em 19 de abril de 1648, no estado de Pernambuco. Neste episódio, um grupo de brasileiros, de diferentes etnias, se reuniu pela primeira vez para combater a dominação holandesa. Mas oficialmente, o Exército Brasileiro foi criado em 1822, como um órgão subordinado ao Ministério da Defesa.

Fonte: douradosagora


Envie seu Comentário

Anuncie | Contato | Expediente | Política de Privacidade

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído. Copyright 2011 © Conesul News - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet