Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
Dourados

Falta de envio de vacinas pelo Ministério da Saúde afeta postos de saúde

01 março 2016 - 13h00Por Fonte: douradosnews
Em Dourados, mães relatam a preocupação sobre a falta de doses de vacinas de prevenção de doenças para bebês. O problema tem acontecido em postos de saúde de várias regiões da cidade e crianças tem corrido o risco de ficar sem a imunização.

De acordo com Danielly Mattos, 30, corretora de imóveis, a vacina de prevenção a meningite para a filha de cinco meses está em falta na unidade de saúde do bairro em que mora e com isso foi necessário recorrer a locais de outras regiões para obter a dose. Segundo ela, não há informações de prazo para o problema ser corrigido.

“Precisei ‘rodar’ e contei com a dificuldade de conseguir. Isso é preocupante, dizem que está em falta mas não citam quando terá, é preocupante pois sabemos que há um ciclo para as doses”, disse.

Segundo ela, algumas mães já tiveram que pagar pela vacina e por produtos para que o filho não ficasse sem a mesma e o custo é alto, o que gera preocupação em especial as mães mais carentes.“Tem mãe tirando do bolso já, o valor de cada dose deve ficar de R$ 200 a R$ 500, é caro e muito difícil para quem não tem condições”, destaca.

A professora Maria Aparecida Mendes de Oliveira, 41, passou pela mesma situação, e só depois de procurar em três unidades de saúde conseguiu a vacina contra tetravalente para a filha de seis meses. Ela conta que atendentes do posto de saúde próximo a sua residência pediram para que voltasse no local em 15 dias para averiguar se a dose havia chegado, fator que causou preocupação à mãe que optou por não esperar.

“Sabemos que a vacina tem um ciclo viral e já está em atraso pois, tem uma semana que fui lá e não tinha. Agora esperar mais todo esse tempo para saber se terá, complica. Consegui depois de ir em vários locais, mas, isso não pode ficar assim, muitas não têm tempo para correr atrás e nem como tirar do bolso”, cita.

As mães relatam ainda que essas situações já vem ocorrendo a aproximadamente três meses e que se preocupam com o fato de que continue nos próximos meses.

Diante da situação, o Dourados News procurou a Secretaria de Saúde para obter esclarecimentos sobre a escassez das doses e foi informado que isso tem acontecido por falta de repasse das doses por parte do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário Sebastião Nogueira, o problema acontece a nível nacional e não se sabe os motivos do mesmo. “Está faltando em todo o país e o órgão não explica mais detalhes da situação, tem algumas dosagens que vem, outras não”, disse.

Segundo ele, há o contato da secretaria em busca de resolver o problema, porém, ainda não se tem um prazo para que isso aconteça.

“Estamos na tentativa de obter por totalidade, mas, ainda não se tem uma posição de quando isso aconteça, esperamos que o mais rápido possível”,cita.

Já em contato com a gerente de imunização Carla Cristina Ribeiro da Silva, o Dourados News foi informado sobre um documento enviado ao núcleo pelo Ministério da Saúde que sinaliza o problema.

Dentre os fatores apresentados no documento datado de outubro de 2015, o qual o Dourados News teve acesso, vários fatores são apontados como causa dessa falta, tais como indisponibilidade de estoque, problema com cronograma de institutos responsáveis pela produção e ainda indisponibilidade de fornecedores que possam atender a demanda brasileira.

No relato do órgão, consta sobre a falta da vacina de Hepatite A, Hepatite B, Tetraviral, Dupla Adulto, Dtpa-Crie, DTP e ainda de soros antirrábico e antibotulínico e Imunoglobulina Humana Anti Varicela Zoster e I Imunoglobulina Humana Antitetânica.

No documento não há descrição sobre a regularização da entrega das dosagens as unidades de saúde.

O Dourados News tentou ainda contato com a assessoria de comunicação do Ministério da Saúde, para mais detalhes, porém, até o fechamento desta reportagem não obteve sucesso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
TRÁFICO
Motorista de guincho suspeita de contratante, aciona polícia e droga é encontrada dentro de carro em MS
SERVIDOR
Sonho que virou realidade, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua um pescador e autuará outro que divulgaram vídeo e fotos nas redes sociais praticando pesca predatória