Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020
Assassinato

Fazendeiro é sequestrado dentro de casa e executado com tiro na nuca

Criminosos esperavam pela vítima dentro da casa dela; nenhum suspeito foi identificado

02 dezembro 2015 - 12h03Por Fonte: correiodoestado
O fazendeiro Benedito Carlos Ferreiro foi assassinado com tiro na nuca depois de ser sequestrado, dentro da casa onde morava, na Rua Beija flor, no Centro de Porto Murtinho, na noite de ontem (1º).
De acordo com o delegado Rodrigo Zanotta, a vítima tinha fazenda no Paraguai e chegava de Ponta Porã, por volta das 19h, quando foi surpreendida por dois criminosos que a esperavam dentro do imóvel. Benedito estava acompanhado pela esposa e uma filha.

As duas contaram que, sob a mira de armas, foram obrigadas a se deitar no chão e tiveram os telefones celulares tomados. Elas também revelaram que os bandidos pediram a chave da caminhonete, modelo Hillux, e que Benedito concordou em entregá-la, sem expressar reação, mas, ainda assim, foi sequestrado.
Ainda conforme o delegado, foi visto na frente da casa outra caminhonete, modelo L200, que, possivelmente, era ocupada por comparsas.

Policiais militares foram chamados e chegaram a passar pelos bandidos, que estavam em alta velocidade, em uma rodovia, mas eles conseguiram despistar a polícia. Instantes depois, a vítima foi encontrada morta com tiro na nuca, na estrada da Colônia Ingazeira. O fazendeiro estava a cerca de 50 metros de sua caminhonete.
Pouco à frente do local, foi localizada a caminhonete L200, abandonada.

“Pode ser que tenham fugido pelo matagal da região ou contaram com apoio de mais comparsas para a fuga. Essa estrada dá acesso ao Paraguai e com certeza foi o destino deles”, pontuou o delegado Rodrigo.
Sobre o motivo do crime, não é descartado que tenha havido tentativa de roubo. No entanto, a hipótese mais contundente é de execução.

“A vítima não reagiu à ação dos bandidos. As caminhonetes foram abandonadas. Além disso, a filha do fazendeiro usava um cordão de ouro e não levaram. Tem mais características de execução”, disse.
Ainda conforme a autoridade policial, inicialmente, não foi constatado que a vítima tivesse relação com o tráfico de drogas, nem histórico de ameaças.

O fazendeiro já havia se envolvido em desentendimentos por causa de gado, no Paraguai, em que até levou tiros, mas a briga ocorreu há 15 anos. "O fato ocorreu faz tempo. Investigamos se há relação", finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Setembro é mês de licenciar veículos com placa final 9
MEIO AMBIENTE
Fumaça do Pantanal se desloca para o Sul do país
RANKING DO CLP
Mato Grosso do Sul é o 6º Estado mais competitivo do Brasil
SANTA RITA DO PARDO
Em ação conjunta, Polícia Militar e Polícia Civil prendem estelionatários que se passavam por policiais militares para extorquirem produtores rurais.