Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
Polícia

Júri Popular vai decidir pena de assassino de professor de informática

13 abril 2016 - 12h43Por Fonte: correiodoestado
Francimar Câmara Cardoso, 31 anos, acusado de matar o professor Bruno Soares da Silva Santos, 29 anos, em março do ano passado, é julgado na manhã desta quarta-feira (13), na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. O julgamento começou às 8h e não há previsão de terminar.

No dia 16 de março de 2015, Francimar pediu para uma recepcionista para falar com Bruno e o surpreendeu dentro de uma sala com um tiro de espingarda. O crime ocorreu durante o expediente da vítima que também supervisionava a instituição, localizada na Rua Maracaju, no Centro de Campo Grande.

Na época, a polícia concluiu que o crime teve motivação passional. Bruno teria tido relacionamento com a esposa de Francimar.

Francimar é julgado por homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa da vítima. Ele aguardava decisão da Justiça no Presídio de Trânsito da Capital (Ptran).

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
MEC discute novas formas de avaliar ensino superior
PIX
Procon pede explicações a Mercado Pago e NuBank sobre cadastros
Clientes dizem que foram cadastrados sem autorização
GERAL
Huawei avança em energia solar no Brasil e mira em baterias
INTERNACIONAL
EUA pedem que Brasil "mantenha olhar crítico" sobre a China