Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Ponta Porã

Mais 227 famílias assinam contratos com a Caixa Econômica

São pessoas contempladas com o projeto habitacional do prefeito Ludimar Novais no Conjunto Kamel Saad

29 março 2016 - 11h13Por Fonte: reporterms
Nesta segunda-feira, dia 28, no Centro Internacional de Convenções de Ponta Porã, mais 227 famílias foram convocadas para assinar contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF). São pessoas beneficiadas através de sorteio público com moradias no maior conjunto habitacional em construção no Mato Grosso do Sul, o "Residencial Kamel Saad", viabilizado pelo prefeito Ludimar Novais através de uma parceria da Prefeitura Municipal com os governos Estadual e Federal. São 1.015 casas que já estão prontas e serão entregues com toda a infraestrutura para as famílias que terão qualidade de vida no novo bairro.

Ainda não está definida a data da entrega das casas para as famílias que foram contempladas. A Caixa Econômica Federal está fazendo a convocação dos beneficiados para que todos entreguem as documentações necessárias. Algumas famílias que foram sorteadas, mesmo sendo comunicadas para o comparecimento para o ato de assinatura de contrato acabaram não aparecendo e isso acaba atrasando o processo que já poderia até estar concluído. Quem for convocado e não comparecer dentro do prazo poderá perder a vez para as famílias que também foram sorteadas em ato público e que hoje compõem o cadastro de reserva.

Conforme as informações da empresa que está fazendo os arremates finais das casas uma das novidades do Conjunto Kamel Saad, é que todas as casas serão entregues com energia solar (aquecimento de água no chuveiro), o que vai gerar economia no consumo de energia elétrica. As moradias também contam com instalações hidráulicas, elétricas, com piso de qualidade, louças no banheiro, forradas, pintadas e com calçada. O encarregado pela obra disse que é só entrar e morar. "É uma nova cidade que está sendo construída dentro de Ponta Porã", disse. Conforme o projeto, 31 unidades foram construídas para atender pessoas com deficiências físicas.

De acordo com a Prefeitura de Ponta Porã, as 1.015 unidades habitacionais foram construídas em uma área viabilizada pelo prefeito Ludimar Novais na região do Jardim Ivone. As obras foram orçadas em R$ 61.301.963,39 e vão ajudar a reduzir o déficit habitacional no município, atendendo principalmente as famílias de baixa renda.

Nesta segunda-feira, durante a assinatura de contrato com a CEF, a dona de casa, Brígida Ferreira, moradora de uma área de risco no município, falou do seu contentamento em ter sido beneficiada com o projeto habitacional. "Hoje estou muito contente porque agora tenho a certeza de que vou finalmente ter a minha casa própria. A casa onde venho residindo nos últimos anos sempre é invadida pela água das chuvas, o que me calça transtornos e até próprias de saúde já que tenho marido idoso dentro de casa. Só tenho a agradecer a Deus em primeiro lugar e ao prefeito Ludimar Novais pela execução desse projeto", disse.

Verônica Aparecida Teles, que possui filho portador de necessidades especiais disse que também está muito feliz. "Ter a segurança da casa própria é muito bom. Ainda mais eu que tenho filho deficiente. Estou super contente em assinar o contrato", destacou. Adriana Aparecida dos Santos Ramirez que atualmente paga aluguel de casa no Jardim Estoril disse que é um momento muito bom na sua vida. "Para mim é uma data muito importante essa quando estou assinando o contrato e tendo a certeza que vou ter definitivamente a minha casa própria", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz ministra
MAUS-TRATOS AO ANIMAL
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua em R$ 3 mil infrator preso por Policiais Militares por matar cachorro alheio a pauladas
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$76,16 bilhões em setembro
SEMANA DO SERVIDOR
Por meio virtual, Escolagov entrega XV Prêmio na Gestão Pública