Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
MS

Mais de 12 t de drogas apreendidas em Nova Alvorada e Rio brilhante são incineradas

18 dezembro 2015 - 13h57Por Fonte: riobrilhantenews
A incineração de drogas é realizada com freqüência pela secretaria de Segurança Publica do Mato Grosso do Sul, pois o estado é um dos campeões nacional de apreensões de entorpecentes. Por ser um estado de fronteira com o maior produtor de maconha ( Paraguai) e um dos maiores produtores de cocaína ( Bolívia) , MS tem desenvolvido varias ações de combate ao narcotráfico e essas operações resultam em grandes apreensões de maconha, cocaína e outras drogas que são carregadas em países vizinhos e seguem via Mato Grosso do Sul para grades centros brasileiros.

Nesta semana mais uma incineração ocorreu. Cerca de 9 toneladas de drogas, sendo a maior parte maconha que foram interceptadas na região de Nova Alvorada do Sul em pouco mais de um ano por organismos de segurança do município e policias que fiscalizam as estradas foram transportadas do município para os fornos de um frigorífico de Itaporã onde foram queimadas.

Rio Brilhante mandou para queima mais de 3,5 toneladas de drogas, sendo que a maior quantidade é de maconha. Resultado de apreensões dos últimos 06 meses no município em trabalhos de combate ao trafico feitos pala polícia civil, militar, rodoviária federal e departamento de fronteira. Em junho deste ano a polícia de Rio Brilhante já havia mandado para incineração quase 5t de droga.

O transporte dos carregamentos de Nova Alvorada e de Rio Brilhante foram transportadas em um caminhão do Exercito, com escolta de agentes da polícia civil. A carga segui até os fornos de um frigorífico na região de Itaporã onde seriam queimadas ainda esta semana, com a presença de autoridades da polícia civil e outros órgãos ligados a área de segurança.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
INTERNACIONAL
TikTok move processo para tentar reverter banimento nos EUA
INTERNACIONAL
Museu sobre acidente nuclear de Fukushima abre suas portas
INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia