Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
Ponta Porã

Ministério Público realiza doação de notebooks ao programa Proerd em Ponta Porã

31 março 2016 - 12h20Por Fonte: poranews
O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio das Promotorias de Justiça de Ponta Porã, realizou a doação de quatro "notebooks" ao 4º Batalhão da Polícia Militar, para serem utilizados no Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD).

A entrega dos aparelhos contou com a presença do Procurador-Geral de Justiça, Humberto de Matos Brites; do Secretário-Geral do Ministério Público Estadual, Promotor de Justiça Rodrigo Stephanini; da titular da 3ª Promotoria de Justiça da comarca de Ponta Porã Gislaine Dal Bó; dos Policiais Militares que ministram as aulas do PROERD; e do Major Carlos Magno da Silva, subcomandante do 4º BPM.

Os notebooks serão utilizadas pelos Instrutores do PROERD, para dar continuidade ao projeto em todas as cidades atendidas pelo 4° BPM que são as cidades de Ponta Porã, Aral Moreira, Antônio João e Laguna Carapã, bem as escolas das áreas rurais e as aldeias indígenas.

O 4º BPM de Ponta Porã propõe a continuidade das aulas ministradas por Policiais Militares, por meio do PROERD, visando prevenir crianças e jovens quanto ao uso indevido das drogas lícitas e ilícitas e suas consequências.

O PROERD foi implantado no município no ano de 2005, formando, até o ano de 2015, mais de 10 mil estudantes do 5° ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares.
O programa conta com currículos que podem ser aplicados para crianças da Educação Infantil, Séries Iniciais, 5º e 7º ano e para pais (PROERD Pais).

Para tanto conta com parcerias das Secretarias Municipais e Estaduais de Educação, que atuam na confecção dos livros, das camisetas e do certificado, que é entregue ao final do programa em uma cerimônia de formatura.

Desenvolvido em mais de 57 países seguindo um padrão internacional, tem como origem o programa DARE ("Drug Abuse Resistance Education"), criado pela Polícia de Los Angeles, nos E.U.A., com estudos feitos por pedagogos, psicólogos e policiais, no qual o objetivo é propiciar o envolvimento da escola, da família e da polícia na questão de prevenir a iniciação ao uso indevido de drogas bem como no combate à violência infantil, tendo sido adaptado para a realidade brasileira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-163
Fiat Strada carregada com 630 quilos de maconha foi apreendida pelo DOF durante a Operação Hórus
SAÚDE
Governo inclui Unidades Básicas de Saúde em programa de concessões
JUSTIÇA
Negada indenização a ex-companheiro por briga mútua com antigos cunhados
ECONOMIA
Construção civil apresenta inflação de 1,69% em outubro, diz FGV