Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Capital

Morre major da PM baleado pela esposa coronel durante briga de casal

Morre major da PM baleado pela esposa coronel durante briga de casal

13 julho 2016 - 09h45Por Midiamax
Baleado pela esposa na tarde desta terça-feira (12), o major Valdenir Lopes Pereira, de 47 anos, não resistiu ao ferimento e morreu antes de passar por cirurgia na Santa Casa de Campo Grande. O militar foi ferido por um tiro na boca do estômago durante um desentendimento com a mulher, a coronel da Polícia Militar Itamara Romeira Nogueira.

De acordo com a assessoria do hospital, o major precisou passar por uma pequena cirurgia para conter a hemorragia, mas sofreu duas paradas cardíacas antes de ser levado ao centro cirúrgico e morreu. O militar era cantor e estava lotado na Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

O caso aconteceu na residência do casal, na Avenida Brasil Central no Bairro Santo Antônio. Segundo a polícia, os dois militares teriam se desentendido e durante a briga a coronel da Polícia Militar efetuou dois disparos contra do marido, um deles atingiu o tórax da vítima. O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou o major para Santa Casa.

Depois do crime, a policial permaneceu dentro da residência ameaçando cometer suicídio. Familiares da mulher, a advogada e o comandante do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar), major Azala, foram até o local e conseguiram negociar para que ela se entregasse. Conforme o delegado Cláudio Zotto, da 7ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, a coronel estava debilitada e com sinais de agressão. Depois de retirada da casa, não houve confirmação do local para onde a autora foi levada.

Ainda no imóvel, o major responsável pela negociação com a autora afirmou que tudo não havia passado de "uma briga de casal" e que não havia acontecido nenhum disparo. Para colegas de trabalho dos policiais, o caso surpreendeu, já que o casal era tranquilo. Iramara, que estava lotada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, foi descrita pelos amigos como uma esposa amorosa.

O caso agora deve ser investigado pela Polícia Civil e pela Corregedoria da Polícia Militar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Parlamentares devem votar três propostas na sessão ordinária desta quarta-feira
TEMPO
Instabilidades aumentam e chuvas podem voltar a partir desta quarta-feira
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante