Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
SAÚDE

MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19

15 janeiro 2021 - 11h45Por Portal MS

Os primeiros quinze dias de 2021 são marcados por um aumento significativo no número de mortes e casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso do Sul. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado, do dia 1° de janeiro até hoje foram registrados 272 óbitos pela doença.

Em apenas 24 horas, foram 23 vítimas e, com isso, do início da pandemia até agora, o covid-19 resultou no óbito de 2.648 sul-mato-grossenses. “Nossa taxa de letalidade continua em 1,8. Nós precisamos diminuir esse resultado que para um estado do tamanho do nosso, com média móvel em torno 19,6, é muito grande”, ressalta o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Com 1.166 exames positivos em 24 horas, Mato Grosso do Sul passa a ter 148.415 casos confirmados da doença. São 12,6 mil casos ativos, sendo que 12.001 estão em isolamento domiciliar e 599 em tratamento hospitalar.

Dos pacientes hospitalizados, 338 estão em leitos clínicos, sendo 207 pelo SUS e 131 na rede privada. Os casos mais graves, de pacientes de UTI, 176 estão internados pelo SUS e 85 na rede privada.

Pela primeira vez a situação da macrorregião de Corumbá apresenta um comprometimento maior que a macrorregião de Campo Grande. No município conhecido como Cidade Branca, a taxa de ocupação atinge 84% dos leitos UTI SUS, na Capital, de 80%; em seguida vem Dourados, com 69% e Três Lagoas, com 61%.

Boletim completo aqui:

Prosseguir
Christine Maymone, secretária adjunta de Saúde, anunciou, durante a live de hoje, que os dados do Prosseguir, que medem a classificação de risco dos municípios de MS, estarão disponibilizados no Painel Mais Saúde, disponível no site https://www.coronavirus.ms.gov.br/.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIDROLÂNDIA
Veículo carregado com cigarros do Paraguai foi apreendido pelo DOF
MARACAJU
Polícia Civil prende suspeito de praticar furtos em comércios
EDUCAÇÃO
Reaplicação do Enem tem mais de 70% de abstenção
GOVERNO PRESENTE
Governo já investiu R$ 4,6 bilhões em infraestrutura desde 2015